Sakamoto: boa parte dos parlamentares tentará se descolar da imagem de Temer

"Enquanto o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, cutucam-se mutuamente de olho na possibilidade de representar a coalizão governista nas eleições presidenciais deste ano, uma boa parte dos parlamentares vai tentar se descolar da imagem de Michel Temer", diz o jornalista Leonardo Sakamoto; "Creio que deveria ser obrigatório que todos os deputados que votaram pela rejeição da primeira e/ou da segunda denúncia contra Temer, apresentadas pela Procuradoria Geral da República ao Supremo Tribunal Federal, aparecessem ao seu lado nas eleições"

"Enquanto o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, cutucam-se mutuamente de olho na possibilidade de representar a coalizão governista nas eleições presidenciais deste ano, uma boa parte dos parlamentares vai tentar se descolar da imagem de Michel Temer", diz o jornalista Leonardo Sakamoto; "Creio que deveria ser obrigatório que todos os deputados que votaram pela rejeição da primeira e/ou da segunda denúncia contra Temer, apresentadas pela Procuradoria Geral da República ao Supremo Tribunal Federal, aparecessem ao seu lado nas eleições"
"Enquanto o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, cutucam-se mutuamente de olho na possibilidade de representar a coalizão governista nas eleições presidenciais deste ano, uma boa parte dos parlamentares vai tentar se descolar da imagem de Michel Temer", diz o jornalista Leonardo Sakamoto; "Creio que deveria ser obrigatório que todos os deputados que votaram pela rejeição da primeira e/ou da segunda denúncia contra Temer, apresentadas pela Procuradoria Geral da República ao Supremo Tribunal Federal, aparecessem ao seu lado nas eleições" (Foto: Leonardo Lucena)

247 - "Enquanto o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, cutucam-se mutuamente de olho na possibilidade de representar a coalizão governista nas eleições presidenciais deste ano, uma boa parte dos parlamentares vai tentar se descolar da imagem de Michel Temer", escreve o jornalista Leonardo Sakamoto.

Segundo ele, caso a geração de empregos estivesse bombando e a segurança pública, controlada, Temer "seria figura presente nos santinhos de deputados federais candidatos à reeleição em outubro". "Mas o grosso das vagas produzidas no país, até agora, tem sido informais, segundo o IBGE, portanto sem os mesmos direitos daquelas com carteira de trabalho. Apenas como ilustração, 11% dos novos postos são de pessoas que resolveram vender comida na rua para sobreviver", diz.

"Particularmente, creio que deveria ser obrigatório que todos os deputados que votaram pela rejeição da primeira e/ou da segunda denúncia contra Temer, apresentadas pela Procuradoria Geral da República ao Supremo Tribunal Federal, aparecessem ao seu lado nas eleições", continua Sakamoto

O jornalista afirma que "também seria ótimo se, por ordem do Tribunal Superior Eleitoral, os candidatos que hoje são congressistas fossem obrigados a adotar uma forma de 'rotulagem' em suas peças publicitárias". "Imaginem se o eleitor tivesse acesso, pela própria propaganda eleitoral do candidato, a informações como: 'Votou a favor da Reforma da Previdência', 'Votou a favor da Reforma Trabalhista', 'Votou pelo congelamentos dos gastos públicos em saúde e educação por 20 anos', 'Apoiou a medida do governo que dificultou a libertação de escravos'", acrescenta.

Leia a íntegra da análise no Blog do Sakamoto

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247