Sakamoto: há algo a esconder ou o novo governo não consegue se comunicar

O jornalista Leonardo Sakamoto criticou a atitude do futuro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), que nesta sexta-feira (7), ao ser questionado sobre o relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), atacou o órgão e abandonou a coletiva de imprensa; "a impressão que fica diante da falta de transparência de agentes públicos é que há algo a esconder ou que o novo governo não consegue se comunicar se não for via microtextos lacradores em redes sociais"

Sakamoto: há algo a esconder ou o novo governo não consegue se comunicar
Sakamoto: há algo a esconder ou o novo governo não consegue se comunicar

247 - O jornalista Leonardo Sakamoto criticou a atitude do futuro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), que nesta sexta-feira (7), ao ser questionado sobre o relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) que revelou a movimentação financeira suspeita do ex-assessor do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL), Fabrício Queiroz, atacou o órgão e abandonou a coletiva de imprensa. "A impressão que fica diante da falta de transparência de agentes públicos é que há algo a esconder ou que o novo governo não consegue se comunicar se não for via microtextos lacradores em redes sociais", escreveu Sakamoto.

"Em uma democracia transparente, uma coletiva à imprensa seria chamada para explicar isso no mesmo dia em que as denúncias vieram à público. No limite, o futuro ministro poderia ter dito algo como 'não tenho informações, vamos averiguar e comunicamos a vocês o quanto antes'. Com a cena de hoje, apenas demonstrou nervosismo. No limite, produziu uma cortina de fumaça", afirmou o jornalista.

Sakamoto lembrou que o próprio Jair Bolsonaro abandonou coletivas, antes e depois de eleito, quando as perguntas o incomodavam. Inclusive batendo boca e ignorando questionamentos de veículos que não lhe agradam.

"Com o vazio nas respostas de Onyx desta sexta, a dúvida não é apenas se o novo governo acredita que não deve satisfações ao público. Mas também se ele pensa que nós somos uma sociedade de idiotizados que não percebemos quando seus membros fogem, com ar de indignação, de uma pergunta direta e objetiva", indagou Sakamoto.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247