Sakamoto: Paranoia anticomunista ameaça democracia

O jornalista Leonardo Sakamoto escreve sobre a febre que assalta agrupamentos na sociedade brasileira de identificar qualquer pessoa ou ação com a qual não concordam de "comunista"; a paranoia chega a desvarios como o de xingar a embaixada da Alemanha ou os comandantes militares brasileiros de comunistas; logo mais, adverte o jornalista, "comunismo" poderá ser substituído por outro palavrão: "democracia"

Sakamoto: Paranoia anticomunista ameaça democracia
Sakamoto: Paranoia anticomunista ameaça democracia

247 - O jornalista Leonardo Sakamoto escreveu em seu Blog do Sakamoto sobre a febre que assalta agrupamentos na sociedade brasileira de identificar qualquer pessoa ou ação com a qual não concordam de "comunista". A paranoia chega a desvarios como o de xingar a embaixada da Alemanha ou os comandantes militares brasileiros de comunistas. Logo mais, adverte o jornalista, "comunismo" poderá ser substituído por outro palavrão: "democracia".

Leia os principais trechos do artigo:

"Quando um grupo de brasileiros tentou convencer a Embaixada da Alemanha que o nazismo era um movimento de esquerda e não de extrema-direita, eu senti mais vergonha do que no 7 a 1. A situação piorou quando, diante das negativas do governo alemão em aceitar a revolucionária interpretação, houve quem acusasse a embaixada de ser comunista.

Agora, outro bando (que, aliás, periga não ser outro, mas o mesmo) está chamando a The Economist – revista com 175 anos de existência, que é referência global para os defensores do livre mercado – de comunista. Acusam-na de ser um panfleto que faz o jogo da esquerda. O motivo? A capa de sua última edição chama Jair Bolsonaro de ameaça para o Brasil e a América Latina.

E, se duvidar, foram as mesmas pessoas que, no final da greve dos caminhoneiros, tentaram sequestrar o movimento exigindo um golpe militar. Ao perceberem que o comando das Forças Armadas achava a ideia estapafúrdia, chamaram os comandantes do que? De comunistas.

(...)

Hoje o palavrão é ''comunismo''. Amanhã, quem sabe, será ''democracia''. Autoritarismo vermelho? Ditadura comunista? Bobagem. Fantasmas não machucam ninguém. Não seria melhor nos preocuparmos com as ameaças de verdade? Aquelas que querem armar as pessoas e reduzir direitos, por exemplo?"

Leia a íntegra aqui.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247