Sakamoto: Temer torra milhões para te convencer a reeleger quem mudar a Previdência

"Temendo que o eleitor vá à forra, parte dos congressistas está se borrando de medo e não promete estar ao lado do governo, em fevereiro, na hora da votação. Talvez tenha que ir ao dentista para uma limpeza de tártaro de emergência. Ou ficará gripado", diz o jornalista Leonardo Sakamoto

"Temendo que o eleitor vá à forra, parte dos congressistas está se borrando de medo e não promete estar ao lado do governo, em fevereiro, na hora da votação. Talvez tenha que ir ao dentista para uma limpeza de tártaro de emergência. Ou ficará gripado", diz o jornalista Leonardo Sakamoto
"Temendo que o eleitor vá à forra, parte dos congressistas está se borrando de medo e não promete estar ao lado do governo, em fevereiro, na hora da votação. Talvez tenha que ir ao dentista para uma limpeza de tártaro de emergência. Ou ficará gripado", diz o jornalista Leonardo Sakamoto (Foto: Leonardo Lucena)

247 - "O governo Temer vem torrando uma grana violenta para veicular publicidade a fim de te convencer que a proposta que defende para a Reforma da Previdência é tão legal, mas tão legal, que você não deveria amaldiçoar o seu querido deputado federal, nas eleições deste ano, caso ele vote a favor da proposta", escreve o jornalista Leonardo Sakamoto, em seu blog.

"Temendo que o eleitor vá à forra, parte dos congressistas está se borrando de medo e não promete estar ao lado do governo, em fevereiro, na hora da votação. Talvez tenha que ir ao dentista para uma limpeza de tártaro de emergência. Ou ficará gripado", continua.

De acordo com o blogueiro, "o problema é a origem desse dinheiro. Se ele viesse de uma vaquinha realizada por grandes empresas e pelo mercado financeiro, que ora pressiona, ora ameaça o governo e o Congresso pela mudança nas regras da aposentadoria, seria mais justo. Mas vem do bolso de todos os que pagam impostos direta ou indiretamente, ou seja, todos nós".

"Contrata-se (com dinheiro de todos, ressalte-se) muita publicidade estatal. Para rádio, TV, jornal e revista, internet. Apuração publicada na Folha de S.Paulo, desta segunda (22), mostra que o governo já gastou R$ 103,5 milhões em anúncios defendendo as mudanças na aposentadoria. E prevê que gastará mais R$ 50 milhões em janeiro e fevereiro, quando está prevista a sua colocação em pauta", acrescenta.

Segundo o jornalista, "a sociedade mudou, a estrutura do mercado de trabalho mudou, a expectativa de vida mudou. Portanto, as regras que regem a Previdência Social podem e devem passar por discussões de tempos em tempos como já disse aqui repetidas vezes. Contudo, a discussão deveria ser bem conduzidas. O que não está sendo o caso". "Até porque essa proposta de Reforma da Previdência não estava no projeto de governo apresentado pela chapa vitoriosa com a qual Michel Temer concorreu em 2014 – mesmo que tenha sido um ''vice decorativo'', como ele mesmo diz".

Leia a íntegra no Blog do Sakamoto

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247