“Sem ciência não tem Viagra”, diz protesto contra Temer

Corte de verbas para a Ciência e Tecnologia gera protesto inusitado contra Michel Temer; setor sofreu contingenciamento de verba de 44% sob o atual governo, ameaçando seriamente a área de pesquisas

Corte de verbas para a Ciência e Tecnologia gera protesto inusitado contra Michel Temer; setor sofreu contingenciamento de verba de 44% sob o atual governo, ameaçando seriamente a área de pesquisas
Corte de verbas para a Ciência e Tecnologia gera protesto inusitado contra Michel Temer; setor sofreu contingenciamento de verba de 44% sob o atual governo, ameaçando seriamente a área de pesquisas (Foto: Gisele Federicce)

247 - O corte de verbas pelo governo de Michel Temer para a Ciência e Tecnologia resultou num protesto inusitado contra o peemedebista.

"Sem ciência não tem Viagra", diz um cartaz, cuja foto vem sendo divulgada nas redes sociais.

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações sofreu contingenciamento de verba de R$ 103,6 milhões (44%) sob o atual governo, ameaçando seriamente a área de pesquisas.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247