Sem reportagem, Jornal Nacional dá pouco mais de um minuto de destaque sobre legalidade de palestras de Lula

“A Lava Jato afirma que não há provas de irregularidade no pagamentos de palestras do ex-presidente Lula”, disse William Bonner na abertura do Jornal Nacional

(Foto: Reprodução JN)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Jornal Nacional, da TV Globo, deu apenas um minuto de destaque para falar sobre a decisão da Justiça que reconheceu legalidade nas palestras ministradas pelo ex-presidente Lula.

No entanto, a emissora da família Marinho não produziu reportagem. Os apresentadores William Bonner e Mariana Gross leram as informações que reconhecem não há provas que incriminem o ex-presidente Lula em razão das 23 palestras do ex-líder sindical que vinham sendo investigadas pela Lava Jato há cinco anos.

“A Lava Jato afirma que não há provas de irregularidade no pagamentos de palestras do ex-presidente Lula”, disse William Bonner na abertura do Jornal Nacional.

O telejornal apontou que a juíza Gabriela Hardt, substituta de Sergio Moro na 13ª Vara da Justiça Federal em Curitiba, liberou metade dos valores bloqueados contra Lula levando em conta investigações da Polícia Federal e do MPF de que não há provas de o pagamento de palestras tivesse origem ilícita.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247