Sheherezade prega golpe. O ódio é também do SBT?

Em texto publicado em seu blog, Rachel Sheherazade, que apresenta o jornal do SBT, pregou nada menos que a deposição da presidente Dilma Rousseff; "Neste domingo, em todo país, os descontentes sairão às ruas, vestidos de verde e amarelo, munidos de patriotismo e também de indignação. Exigirão, democraticamente, como permite a Constituição, a deposição de uma presidente que mentiu para o país, traiu a confiança do povo e levou o Brasil à bancarrota", afirmou; na emissora de Silvio Santos, um dos mais socorridos pelo governo federal nos últimos anos, como no caso Panamericano, Danilo Gentili é outro propagandista da quebra democrática; a questão é: Gentili e Sheherazade representam suas próprias vozes ou a voz do dono?

Em texto publicado em seu blog, Rachel Sheherazade, que apresenta o jornal do SBT, pregou nada menos que a deposição da presidente Dilma Rousseff; "Neste domingo, em todo país, os descontentes sairão às ruas, vestidos de verde e amarelo, munidos de patriotismo e também de indignação. Exigirão, democraticamente, como permite a Constituição, a deposição de uma presidente que mentiu para o país, traiu a confiança do povo e levou o Brasil à bancarrota", afirmou; na emissora de Silvio Santos, um dos mais socorridos pelo governo federal nos últimos anos, como no caso Panamericano, Danilo Gentili é outro propagandista da quebra democrática; a questão é: Gentili e Sheherazade representam suas próprias vozes ou a voz do dono?
Em texto publicado em seu blog, Rachel Sheherazade, que apresenta o jornal do SBT, pregou nada menos que a deposição da presidente Dilma Rousseff; "Neste domingo, em todo país, os descontentes sairão às ruas, vestidos de verde e amarelo, munidos de patriotismo e também de indignação. Exigirão, democraticamente, como permite a Constituição, a deposição de uma presidente que mentiu para o país, traiu a confiança do povo e levou o Brasil à bancarrota", afirmou; na emissora de Silvio Santos, um dos mais socorridos pelo governo federal nos últimos anos, como no caso Panamericano, Danilo Gentili é outro propagandista da quebra democrática; a questão é: Gentili e Sheherazade representam suas próprias vozes ou a voz do dono? (Foto: Leonardo Attuch)

247-  Em texto publicado em seu blog, Rachel Sheherazade, apresentadora do jornal do SBT, prega nada menos que a deposição da presidente Dilma Rousseff. "Neste domingo, em todo país, os descontentes sairão às ruas, vestidos de verde e amarelo, munidos de patriotismo e também de indignação. Exigirão, democraticamente, como permite a Constituição, a deposição de uma presidente que mentiu para o país, traiu a confiança do povo e levou o Brasil à bancarrota", disse ela, em seu blog.

"Citada onze vezes pelos delatores do Petrolão, apontada como conhecedora da corrupção e acusada de omissão, Dilma Rousseff foi convenientemente protegida das investigações, mas não será poupada do julgamento das ruas. Este será implacável."

O SBT, do empresário Silvio Santos, abriga hoje em seus quadros dois dos principais propagandistas da ruptura democrática no País. Além de Sheherazade, o outro é Danilo Gentili. Enquanto ele divulga vídeos convocando o impeachment (confira aqui), ela usa seu Twitter para disseminar ódio e preconceito, em mensagens como 'Vai pra Cuba, Dilma' (confira aqui).

A posição oficial do SBT é de que as manifestações dos apresentadores nas redes sociais refletem posições pessoais – e não da emissora. É um argumento correto, mas empresas de televisão, que administram concessões públicas, são mais cautelosas nos posicionamentos de personagens que, em muitos casos, representam a imagem das próprias emissoras. Em seu Twitter, por exemplo, William Bonner, da Globo, é muito mais comedido do que Gentili e Sheherazade.

É também legítimo imaginar que ambos possam estar sendo instrumentalizados pelos patrões, como braços terceirizados, para enviar recados ao poder. Afinal, o SBT, como todas as televisões, tende a perder espaço no bolo publicitário, em razão do declínio continuado da audiência da televisão. Com manifestações nitidamente golspitas, os apresentadores deixam no ar a seguinte questão: representam suas próprias vozes ou a voz do dono?

O caso de Silvio Santos é ainda mais delicado porque, de todos os empresários brasileiros de mídia, ele foi o mais ajudado pelo governo federal. Quando seu banco Panamericano quebrou, deixando um rombo bilionário na praça, a instituição foi incorporada pela Caixa Econômica Federal, em parceria com o banco BTG Pactual. Caso tivesse sido liquidado ou falido, o 'rei do baú' estaria hoje com todos os seus bens indisponíveis, assim como outras famílias de ex-banqueiros, como os Magalhães Pinto, os Andrade Vieira e os Calmon de Sá.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247