Sidney Rezende: Onde Cabral estava com a cabeça?

"A denúncia mais atualizada dá conta que o ex-governador é acusado de 184 crimes de lavagem de dinheiro. Ao leigo, não resta outra máxima do que àquela antiga: 'Ele nunca mais sairá da cadeia'. Como vivemos no Brasil, nada aqui é ciência exata. Neste país, só o entende profissionais e não amadores. E tudo pode acontecer. Não arrisco afirmar o destino do ex-governador. Eu me pergunto: Onde Cabral estava com a cabeça para se tornar quem se tornou?", questiona o jornalista

Rio de Janeiro - O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral é levado preso na operação Lava Jato em viatura da Polícia Federal na sede na Praça Mauá (Fernando Frazão/Agência Brasil)
Rio de Janeiro - O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral é levado preso na operação Lava Jato em viatura da Polícia Federal na sede na Praça Mauá (Fernando Frazão/Agência Brasil) (Foto: Gisele Federicce)

Rio 247 - Em um texto sobre o ex-governador do Rio de Janeiro Sergio Cabral, o jornalista Sidney Rezende questiona "onde ele estava com a cabeça" para ser denunciado em 184 crimes apenas de lavagem de dinheiro.

"A denúncia mais atualizada dá conta que o ex-governador é acusado de 184 crimes de lavagem de dinheiro. Ao leigo, não resta outra máxima do que àquela antiga: 'Ele nunca mais sairá da cadeia'. Como vivemos no Brasil, nada aqui é ciência exata. Neste país, só o entende profissionais e não amadores. E tudo pode acontecer", diz ele.

"Não arrisco afirmar o destino do ex-governador. Eu me pergunto: Onde Cabral estava com a cabeça para se tornar quem se tornou?", questiona o jornalista.

Leia aqui a íntegra.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247