Singer: limites do lulismo ainda não foram testados

"Derrotas fazem parte do jogo democrático. Não se pode ganhar sempre. O problema é saber se houve um afastamento temporário ou um verdadeiro divórcio litigioso entre o lulismo e os mais pobres. Talvez Lula, ele mesmo, ainda detenha um capital haurido nos bons tempos da prosperidade. Resta ver se a Lava Jato deixará que ele o teste", diz o colunista André Singer, ao comentar a derrota do PT nas eleições municipais

lula
lula (Foto: Leonardo Attuch)

247 – Em artigo publicado neste sábado, o colunista André Singer afirma que o "lulismo" foi punido nas eleições municipais de 2016, mas afirma que o teste final ocorrerá em 2018, se a Operação Lava Jato permitir.

"Com o início da crise econômica nacional, entretanto, logo nos primeiros meses de 2015, a rejeição à prefeitura subiu de novo, voltando aos patamares anteriores. Assim, sem desconsiderar que possam existir fatores específicos, a curva de Haddad assemelha-se à de Dilma. Acredito que o descolamento do lulismo em relação à sua própria base social refletiu nas duas figuras escolhidas diretamente por Lula para cargos chave", diz ele.

"Derrotas fazem parte do jogo democrático. Não se pode ganhar sempre. O problema é saber se houve um afastamento temporário ou um verdadeiro divórcio litigioso entre o lulismo e os mais pobres. Talvez Lula, ele mesmo, ainda detenha um capital haurido nos bons tempos da prosperidade. Resta ver se a Lava Jato deixará que ele o teste."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247