Sorvete aéreo de Temer derreteu. Mas fica a pergunta: para que 10.120 almoços?

"Não me impressionam os detalhes da marca de sorvete ou frescuras do tipo “sal do Himalaia”. O que impressiona e que tem tido pouca atenção é a quantidade dos itens a serem adquiridos. Um tonelada e meia de torta. 10.120 almoços e jantares. Mil cafés da manhã, cinco mil sanduíches, 600 lanches. A apuração correta desta história é impessoal", escreve Fernando Brito, editor do Tijolaço

"Não me impressionam os detalhes da marca de sorvete ou frescuras do tipo “sal do Himalaia”. O que impressiona e que tem tido pouca atenção é a quantidade dos itens a serem adquiridos. Um tonelada e meia de torta. 10.120 almoços e jantares. Mil cafés da manhã, cinco mil sanduíches, 600 lanches. A apuração correta desta história é impessoal", escreve Fernando Brito, editor do Tijolaço
"Não me impressionam os detalhes da marca de sorvete ou frescuras do tipo “sal do Himalaia”. O que impressiona e que tem tido pouca atenção é a quantidade dos itens a serem adquiridos. Um tonelada e meia de torta. 10.120 almoços e jantares. Mil cafés da manhã, cinco mil sanduíches, 600 lanches. A apuração correta desta história é impessoal", escreve Fernando Brito, editor do Tijolaço (Foto: Giuliana Miranda)

Por Fernando Brito, editor do Tijolaço 

A Folha anuncia que foi cancelada a compra da despensa do avião presidencial:

Após a repercussão negativa, o governo cancelou no fim da tarde desta terça-feira (27) uma licitação que previa a compra de alimentos de alto padrão para abastecer o avião do presidente Michel Temer, com gastos superiores a R$ 1,7 milhão.Eram sorvetes de marcas famosas, sucos, pães especiais, refeições com direito a entrada, prato principal e sobremesas, cápsulas de café, sanduíches, entre outros. Em seu Twitter, o ministro Eliseu Padilha (Casa Civil) disse que houve “orientação presidencial” para o cancelamento do pregão.

Como disse na primeira postagem, não me impressionam os detalhes da marca de sorvete ou frescuras do tipo “sal do Himalaia”.

O que impressiona e que tem tido pouca atenção é a quantidade dos itens a serem adquiridos.

Um tonelada e meia de torta.

10.120 almoços e jantares.

Mil cafés da manhã, cinco mil sanduíches, 600 lanches.

A apuração correta desta história é impessoal.

Basta indagar quantas viagens fez o avião presidencial em um semestre e quantas – nem precisa saber quem – pessoas integravam o séquito de acompanhantes.

Ou a compra é demasiada ou se vai encontrar uma farra aérea muito mais séria que os sorvetes Haagen Dazs.

PS. A imagem, aí de cima, juro, não foi premonição. Publiquei há 20 dias e não achei que ia ter aplicação literal.

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247