"Sou de esquerda, qual o problema?", diz Marcelo Rubens Paiva

"Se você defende uma sociedade de Estado mínimo, que não interfere nas regras do mercado livre, eu defendo um Estado de bem-estar social, saúde e educação públicas", escreveu o jornalista e escritor Marcelo Rubens Paiva em artigo intitulado "Sou de esquerda, qual o problema?"

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em meio ao cresicmento de ações da direita perseguindo jornalistas apenas por críticas ao governo Jair Bolsonaro, o jornalista e escritor Marcelo Rubens Paiva publicou um artigo em que se posiciona politicamente.

"Se você defende uma sociedade de Estado mínimo, que não interfere nas regras do mercado livre, eu defendo um Estado de bem-estar social, saúde e educação públicas", escreveu o jornalista em artigo intitulado "Sou de esquerda, qual o problema?", publicado no O Estado de S. Paulo.

Esta semana, a jornalista Mirim Leitão teve a sua participação numa feira literária de Santa Catarina cancelada, após apoiadores de Bolsonaro realizaram uma campanha nas redes sociais. Recentemente, o jornalista nto de Paulo Henrique Amorim (falecido na semana passada) foi afastado do programa Domingo Espetacular, da Record, e Marco Antonio Villa foi demitido da Jovem Pan, também por criticarem o governo.

Ao compartilhar seu texto nas redes sociais, Marcelo rubens Paiva contou: "Por um tempo, uma grande emissora de TV deixou de me convidar e entrevistar, porque eu teria dito que ela é golpista. Disse? Quem sou eu para dizer isso? Tenho carteirinha de fundação do chamado PIG (Partido da Imprensa Golpista)".


O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email