Stoppa: Globo está fazendo suicídio de reputação

O apresentador Leonardo Stoppa abordou a falta de ética do jornalismo brasileiro representado pela Rede Globo. Ele considera que a emissora está "cometendo um suicídio de reputação" ao negligenciar a opinião de seus funcionários e explicitar a posição política do grupo Marinho; Assista a íntegra do programa Léo ao Quadrado 

O apresentador Leonardo Stoppa abordou a falta de ética do jornalismo brasileiro representado pela Rede Globo. Ele considera que a emissora está "cometendo um suicídio de reputação" ao negligenciar a opinião de seus funcionários e explicitar a posição política do grupo Marinho; Assista a íntegra do programa Léo ao Quadrado 
O apresentador Leonardo Stoppa abordou a falta de ética do jornalismo brasileiro representado pela Rede Globo. Ele considera que a emissora está "cometendo um suicídio de reputação" ao negligenciar a opinião de seus funcionários e explicitar a posição política do grupo Marinho; Assista a íntegra do programa Léo ao Quadrado  (Foto: Lais Gouveia)

TV 247 - O programa Léo ao Quadrado desta segunda-feira (11) abordou a falta de ética do jornalismo brasileiro representado pela Rede Globo. Para o apresentador Leonardo Stoppa, a emissora está "cometendo um suicídio de reputação" ao negligenciar a opinião de seus funcionários e explicitar a posição política do grupo Marinho.

Jornalistas estão proibidos de se expressarem politicamente na Rede Globo após o vazamento do áudio do jornalista Chico Pinheiro apoiando o ex-presidente Lula. A ação, inclusive, teria o nome de "Lei Chico Pinheiro.

Stoppa critica a postura da emissora. "Na época do impeachment da presidente Dilma, todos os jornalistas tinham liberdade para se expressarem politicamente, afinal, a crítica era contra o PT", aponta.

Ele observa as contradições da família Marinho. "Agora que a critica abate o seu representante no governo, que é o PSDB, ninguém pode se manifestar mais. A rede Globo gerou o golpe, a crise, e seus funcionários percebem que foram marionetes do grupo Marinho. Ter um emprego na Globo é uma gaiola dourada", afirma Stoppa.

"A rede Globo não possui funcionários, mas sim máquinas. O que a emissora está fazendo é um suicídio de reputação, afinal, todos sabem que o jornalista está reproduzindo o que o patrão mandou", conclui Leonardo Stoppa.

Inscreva-se na TV 247 e confira o programa o Léo ao Quadrado 


Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247