Temer cogita patrocinar sites evangélicos

Presidente interino disse durante um encontro com integrantes da Associação Brasileira de Mídias Evangélicas (ABME) que os sites da religião podem receber verba de publicidade do governo federal e se comprometeu a sancionar o Dia da Mídia Evangélica se o projeto for aprovado pelo Congresso; “O presidente Temer abriu uma porta para a inclusão de veículos evangélicos em campanhas publicitárias do governo federal”, disse Orli Rodrigues, presidente da associação

Ortigueira (PR) - O presidente interino Michel Temer participa da inauguração da nova fábrica de celulose da empresa Klabin, em Ortigueira, no interior do no Paraná (Beto Barata/PR)
Ortigueira (PR) - O presidente interino Michel Temer participa da inauguração da nova fábrica de celulose da empresa Klabin, em Ortigueira, no interior do no Paraná (Beto Barata/PR) (Foto: Roberta Namour)

Por Revista Forum 

O presidente em exercício Michel Temer disse durante um encontro com integrantes da  Associação Brasileira de Mídias Evangélicas (ABME) nesta quarta-feira (6) que os sites da religião podem receber verba de publicidade do governo federal.

“O presidente Temer abriu uma porta para a inclusão de veículos evangélicos em campanhas publicitárias do governo federal”, disse Orli Rodrigues, presidente da associação.

Temer se reuniu com 40 pessoas da associação e aceitou o convite para discursar em um simpósio da ABME e disse que vai sancionar o projeto de lei do senador Eduardo Lopes (PRB-RJ), que quer instituir o Dia da Mídia Evangélica. A proposta precisa primeiro ser aprovada pelo Congresso.

Eduardo Lopes foi mais um senador que foi recebido por Temer a pouco mais de um mês para a votação definitiva do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff.

No mês passado, o presidente interino cortou verba de publicidade de R$ 11 milhões para sites da imprensa alternativa sob a justificativa de que as publicações emitiam opinião e contrariavam o interesse público.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247