Temer corta transmissões ao vivo da TV NBR

Governo do vice-presidente em exercício Michel Temer deu mais um passo no desmonte da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) ao decidir cortar as transmissões ao vivo pela TV NBR das viagens presidenciais; Planalto alega que as transmissões são desnecessárias e possuem um custo elevado, cerca de R$ 300 mil por cobertura

Governo do vice-presidente em exercício Michel Temer deu mais um passo no desmonte da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) ao decidir cortar as transmissões ao vivo pela TV NBR das viagens presidenciais; Planalto alega que as transmissões são desnecessárias e possuem um custo elevado, cerca de R$ 300 mil por cobertura
Governo do vice-presidente em exercício Michel Temer deu mais um passo no desmonte da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) ao decidir cortar as transmissões ao vivo pela TV NBR das viagens presidenciais; Planalto alega que as transmissões são desnecessárias e possuem um custo elevado, cerca de R$ 300 mil por cobertura (Foto: Paulo Emílio)

247 - O governo do vice-presidente em exercício Michel Temer deu mais um passo no desmonte da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) ao decidir cortar as transmissões feitas ao vivo pela TV NBR das viagens presidenciais. A alegação do Palácio do Planalto para justificar a decisão é é que as transmissões são desnecessárias e possuem um custo elevado, cerca de R$ 300 mil por cobertura.

Nesta terça-feira (28), a Advocacia-Geral da União (AGU)entrou com um recurso junto ao Supremo Tribunal Federal visando reverter a decisão do ministro da Corte Dias Toffoli que determinou o retorno de Ricardo Melo à direção da EBC, após ele ter sido exonerado pelo governo interino.

Segundo a AGU, a permanência de Melo no cargo "vem causando prejuízos imediatos ao inviabilizar a realização das necessárias medidas de recuperação da empresa, que contabiliza um déficit de aproximadamente R$ 94,8 milhões". Ricardo melo foi nomeado para cargo pela presidente eleita Dilma Rousseff.

Visando eliminar custos, o governo Temer anunciou a reestruturação da EBC, incluindo o fechamento da TV Brasil, que seria responsável por cerca de 50% dos custos da estatal.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247