Tensão máxima na Abril no dia do grande corte

Grupo Abril deixa vazar por informativo interno que, nesta quinta-feira 1º, vai anunciar eliminações em seu portfólio de revistas; rumores falam em até 20 títulos a serem fechados; Playboy sobreviverá, pois multa por quebra de franquia é alta demais; na Veja "ninguém mexe"; com os dois Civitas, Gianca e Titi, Fábio Barbosa é o coveiro; hoje, acabou a revista Bravo; quais mais serão enterradas?

Tensão máxima na Abril no dia do grande corte
Tensão máxima na Abril no dia do grande corte
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Um dia depois de a diretora-geral de publicidade da Abril, Thais Chede Soares, negar o fechamento da revista Playboy, um comunicado interno revelado pelo Portal Imprensa expôs que a revista Bravo será extinta. O anúncio oficial deve ocorrer nesta quinta-feira, o que deixa o Grupo Abril em tensão, já que rumores falam no fechamento de até 20 títulos.

A Abril vive o dilema de ter de cortar R$ 100 milhões em custos na área editorial, na qual 20 revistas de um portfolio de 52 podem ser fechadas. O movimento para cumprir a meta foi acelerado após a morte de Roberto Civita, em maio. Desde então, os irmãos Giancarlo, o Gianca, e Victor Civita Neto, o Titi, novos maiorais do Grupo Abril, demitiram cerca de 70 jornalistas que ocupavam cargos de direção nas muitas superintendências da editora.

Os cortes vêm junto com investimentos do grupo na área de educação. O anúncio da compra de dois colégios em julho, em Pernambuco e Brasília, por mais de R$ 200 milhões, mostrou uma mudança de foco. Mudança, aliás, que pode ser reforçada nesta quinta-feira, a depender do tamanho dos cortes que o grupo anunciar.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247