Tijolaço: Eike, você demorou. O Léo Pinheiro já levou o “biscoito Lula”

"A procuradora Raquel Dodge recusou a delação premiada do empresário Eike Batista", lembra Fernando Brito, editor do Tijolaço; "Léo Pinheiro, da OAS, já levou o 'biscoito canino'  de um 'descontão' na pena por sua obediência e, mesmo sem acordo homologado, por falta de provas, aceitou fazer acusações que viraram 'prova' contra o ex-presidente"

"A procuradora Raquel Dodge recusou a delação premiada do empresário Eike Batista", lembra Fernando Brito, editor do Tijolaço; "Léo Pinheiro, da OAS, já levou o 'biscoito canino'  de um 'descontão' na pena por sua obediência e, mesmo sem acordo homologado, por falta de provas, aceitou fazer acusações que viraram 'prova' contra o ex-presidente"
"A procuradora Raquel Dodge recusou a delação premiada do empresário Eike Batista", lembra Fernando Brito, editor do Tijolaço; "Léo Pinheiro, da OAS, já levou o 'biscoito canino'  de um 'descontão' na pena por sua obediência e, mesmo sem acordo homologado, por falta de provas, aceitou fazer acusações que viraram 'prova' contra o ex-presidente" (Foto: Leonardo Lucena)

Por Fernando Brito, Tijolaço - A procuradora Raquel Dodge recusou a delação premiada do empresário Eike Batista.

Não tinha serventia, mais.

Ele, segundo consta dos vazamentos, iria fazer acusações a Lula, mas Lula já foi, no entendimento da turma da toga, “pro saco”porque está inelegível em 2018, 2022, 2024, 2028 e 2032, quando terá 91 anos, isto se outro juiz não arredondar para 100, só para ter certeza que Deus confirmará a sentença.

Léo Pinheiro, da OAS, já levou o “biscoito canino”  de um “descontão” na pena por sua obediência e, mesmo sem acordo homologado, por falta de provas, aceitou fazer acusações que viraram “prova” contra o ex-presidente.

Faria, também, a Sérgio Cabral, mas este nem ao saco foi, foi ao sarcófago e só sai da cadeia com poucos meses a menos que Tutancâmon ficou na caixa de pedra.

Mas poderia fazer também em relação a seu  amigão Aécio Neves e, quem sabe, até dissesse algo de inconveniente de outro parceiro de badalação, Luciano Huck.

Não é bom mexer com isso. Ou você acha que há alguma preocupação com a verdade?

A procuradora Raquel Dodge tem razão naquilo que disse à BBC outro dia e que foi recebido com espanto por pessoas que não entenderam o sentido torto que isso tem, ao afirmar que o Brasil vive seu momento de maior estabilidade,  porque as “instituições estão funcionando”.

Estão, sim: quando querem, como querem e contra quem querem.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247