Tijolaço: mais um inimigo como Steve Bannon, e Mourão vira ídolo

O jornalista Fernando Brito, editor do blog Tijolaço, afirma que os inimigos que o vice-presidente Hamilton Mourão vem colecionando o alçam à categoria de ídolo - e lhe confere força política; ele diz: "Castello Branco falava nas 'vivandeiras alvoroçadas que vêm aos bivaques bulir com os granadeiros e causar extravagâncias ao poder militar'. Agora, ao que parece, as extravagâncias são do poder civil e os bivaques dão lugar ao Jaburu como acampamento"

Tijolaço: mais um inimigo como Steve Bannon, e Mourão vira ídolo
Tijolaço: mais um inimigo como Steve Bannon, e Mourão vira ídolo (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil )

Do Tijolaço - O General Hamílton Mourão é um homem de sorte.

Tem arranjado tantos inimigos entre a ala militar do governo Bolsonaro que parece fadado a ganhar a simpatia até de quem sempre o rejeitou politicamente.

Primeiro, foi Olavo de Carvalho.

Agora, o ex-assessor de Donald Trump e agente da extrema-direita internacional, Steve Bannon, que, numa antes incrível interferência da vida política brasileira diz que o vice-presidente "não é muito útil", "é desagradável" e "pisa fora da sua linha".

Pouca importância teria se Bannon fosse apenas um marqueteiro do neonazismo estúpido ao ponto de ter sido mandado ás favas por Trump.

Mas é, assumidamente, o líder político de Eduardo Bolsonaro, a quem entregou a franquia brasileira do seu "The Movement", um misto de órgão de propaganda e de financiamento de grupos de ultra-direita por todo o mundo. Aliás, ele gabou-se à Bloomberg de "que já arrecadou dinheiro de milionários europeus para ajudar o seu "Movimento", a assessorar partidos populistas de direita na região antes das eleições da União Europeia".

Os dois filhos não-agonizantes de Bolsonaro – Flávio não consegue cuidar nem de seus problema e está pendurado politicamente em Ônyx Lorenzoni – estão arranjando uma encrenca sem tamanho na área militar, o único partido orgânico de sustentação ao ex-capitão.

Não é preciso fazer a contagem de divisões de Olavo e de Bannon.

Mourão não vai perder tempo com eles. Vai guardar seus chutes para as escorregadas do governo, como no vazamento da minuta de reforma da Previdência.

Castello Branco falava nas "vivandeiras alvoroçadas que vêm aos bivaques bulir com os granadeiros e causar extravagâncias ao poder militar". Agora, ao que parece, as extravagâncias são do poder civil e os bivaques dão lugar ao Jaburu como acampamento.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247