Tijolaço: Temer entregou na ONU a energia nuclear do Brasil

O jornalista Fernando Brito, no blog Tijolaço, condena a política externa de Michel Temer (PMDB) de entregar a energia nuclear do Brasil; "Sem chamar a atenção da imprensa, o Governo Temer praticou um absurdo de submissão do Brasil ao mundo poderoso da ciência nuclear, ao assinar – o que se recusava a fazer desde 1996, o chamado “Protocolo Adicional ao Tratado de Não-Proliferação de Armas Nucleares”, diz

O presidente brasileiro Michel Temer fala na abertura da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas na sede da ONU em Nova York, EUA 19/09/2017 REUTERS/Lucas Jackson
O presidente brasileiro Michel Temer fala na abertura da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas na sede da ONU em Nova York, EUA 19/09/2017 REUTERS/Lucas Jackson (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Fernando Brito, no blog Tijolaço, condena a política externa de Michel Temer (PMDB) de entregar a energia nuclear do Brasil.

"Sem chamar a atenção da imprensa, o Governo Temer praticou um absurdo de submissão do Brasil ao mundo poderoso da ciência nuclear, ao assinar – o que se recusava a fazer desde 1996, o chamado “Protocolo Adicional ao Tratado de Não-Proliferação de Armas Nucleares”, diz.

"O tratado, que era rechaçado pelo país desde 1968, quando foi criado, até a adesão, com FHC, em 1996, dá direito a Agência Internacional de Energia Atômica a inspecionar instalações nucleares para verificar se há atividade “ilegal” de produção de armas nucleares", lembra Brito.

"Daí o Brasil ter, até agora, um acordo de salvaguardas com a AIEA, que permite à agência inspecionar instalações brasileiras, mas com respeito à soberania nacional e a nossos interesses econômicos. Agora, não mais".

Leia mais 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247