Valor diz que Bolsonaro desiste de demitir Valeixo e que Moro fica

Segundo o jornal, ministros palacianos conseguiram convencer Bolsonaro a manter o diretor-geral da PF na função e ao menos três generais ligaram para Moro, que por sua vez também recebeu mensagens de parlamentares bolsonaristas

Jair Bolsonaro e Sérgio Moro
Jair Bolsonaro e Sérgio Moro (Foto: Carolina Antunes/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Segundo o jornal Valor Econômico, Jair Bolsonaro recuou e adiou, por ora, a demissão do delegado Maurício Valeixo da diretoria-geral da Polícia Federal, evitando assim a demissão do ministro da Justiça, Sergio Moro, que disse que sairia junto com Valeixo.

A reportagem diz que “ministros palacianos conseguiram convencer o presidente a manter Valeixo na função” e que “ao menos três generais ligaram para Moro, que também recebeu diversas mensagens de WhatsApp de parlamentares bolsonaristas”.

“O entendimento agora é que Valeixo deve deixar o posto nos próximos meses. Mas Moro quer ter poder na nomeação do sucessor”, aponta ainda o texto do jornal.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247