Veja mente e faz péssimo jornalismo para atacar o PT, rebate Pimenta

Deputado Paulo Pimenta, líder do PT na Câmara, responde nota publicada pela coluna Radar que acusa o parlamentar de ter 'torrado' R$ 1.150 em um restaurante em Brasília no dia 1o. de fevereiro; Pimenta rebate, dizendo não ter ido a qualquer restaurante nessa data, e esclarece que esse valor é referente a uma "nota coletiva de uma bancada de 54 parlamentares"

Veja mente e faz péssimo jornalismo para atacar o PT, rebate Pimenta
Veja mente e faz péssimo jornalismo para atacar o PT, rebate Pimenta

247 - O deputado federal Paulo Pimenta (RS), líder do PT na Câmara, divulgou uma nota em que esclarece números divulgados em uma nota pela coluna Radar, da Veja que acusa o parlamentar de ter 'torrado' R$ 1.150 em um restaurante em Brasília no dia 1o. de fevereiro. O texto faz outras acusações ao PT, como a de que os deputados já gastaram "R$ 4 841 em passagens aéreas, R$ 2 250 em aluguel de veículo e R$ 1 684 em combustível".

Pimenta rebate, dizendo não ter ido a qualquer restaurante nessa data, e esclarece que esse valor é referente a uma "nota coletiva de uma bancada de 54 parlamentares". "Veja sabe de tudo isso. Mas optou por mentir para seguir sua recorrente postura de ataque ao PT e a suas lideranças", critica.

"Esta já é a quarta nota com esse tipo de assunto e em todas as demais o método usado foi o mesmo: meias verdades e mentiras absurdas. A liberdade de imprensa exige responsabilidade e respeito à verdade factual, pilares que sustentam o compromisso do jornalismo com a sociedade", diz ainda. Leia a íntegra:

Veja mente e faz péssimo jornalismo para atacar o PT

Numa nota de poucas linhas que não tem qualquer compromisso com os princípios elementares do jornalismo, a revista Veja mentiu diversas vezes para atacar o PT.

O líder Paulo Pimenta não foi a qualquer restaurante no dia 1º de fevereiro passado.

O valor de R$ 1.150 divulgado pela coluna Radar, de Veja, refere-se a uma nota coletiva de uma bancada de 54 parlamentares.

Todos os valores citados na nota estão relacionados a despesas do conjunto da bancada de 54 deputados e deputadas.

Veja sabe de tudo isso. Mas optou por mentir para seguir sua recorrente postura de ataque ao PT e a suas lideranças.

Se o objetivo da nota fosse jornalístico, o jornalista deveria ter ouvido o líder ou a assessoria de imprensa da Liderança, mas nem esse princípio básico, que seria respeitado por qualquer estagiário, foi respeitado pelo autor do texto.

Esse tipo de ataque de Veja, enganando leitores e imputando fatos inexistentes ao líder da bancada na Câmara, tem se repetido há tempos.

Esta já é a quarta nota com esse tipo de assunto e em todas as demais o método usado foi o mesmo: meias verdades e mentiras absurdas.

A liberdade de imprensa exige responsabilidade e respeito à verdade factual, pilares que sustentam o compromisso do jornalismo com a sociedade.

Veja não cumpre isso e atua como porta-voz explícita de interesses político-partidários.

Brasília, DF, 27 de fevereiro de 2019.

Dep. Paulo Pimenta (PT-RS)
Jornalista e líder da Bancada do PT na Câmara

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247