Verissimo: Elite engoliu Lula, mas não digeriu

Segundo o escritor Luis Fernando Verissimo, “o conservadorismo dominante engoliu o PT do sapo barbudo, como o Brizola chamou o Lula, mas não o digeriu. Na primeira oportunidade — provocada pelos escândalos do próprio PT — regurgitou-o, e não para de regurgitá-lo. Enquanto isto, Dilma e Levy fazem um governo de direita, baseado no modelo de austeridade que martiriza a Europa, onde responsabilidade fiscal é outro nome para irresponsabilidade social”

Segundo o escritor Luis Fernando Verissimo, “o conservadorismo dominante engoliu o PT do sapo barbudo, como o Brizola chamou o Lula, mas não o digeriu. Na primeira oportunidade — provocada pelos escândalos do próprio PT — regurgitou-o, e não para de regurgitá-lo. Enquanto isto, Dilma e Levy fazem um governo de direita, baseado no modelo de austeridade que martiriza a Europa, onde responsabilidade fiscal é outro nome para irresponsabilidade social”
Segundo o escritor Luis Fernando Verissimo, “o conservadorismo dominante engoliu o PT do sapo barbudo, como o Brizola chamou o Lula, mas não o digeriu. Na primeira oportunidade — provocada pelos escândalos do próprio PT — regurgitou-o, e não para de regurgitá-lo. Enquanto isto, Dilma e Levy fazem um governo de direita, baseado no modelo de austeridade que martiriza a Europa, onde responsabilidade fiscal é outro nome para irresponsabilidade social” (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Em análise sobre a ‘salada ideológica’ no Brasil, o escritor Luis Fernando Verissimo diz que o PT foi uma esquerda palatável no poder até que deixou de ser.

Ele ressalta que a elite engoliu o Lula, mas não o digeriu: “O conservadorismo dominante engoliu o PT do sapo barbudo, como o Brizola chamou o Lula, mas não o digeriu. Na primeira oportunidade — provocada pelos escândalos do próprio PT — regurgitou-o, e não para de regurgitá-lo”, afirma.

Enquanto isto, ressalta, “Dilma e Levy fazem um governo de direita, baseado no modelo de austeridade que martiriza a Europa, onde responsabilidade fiscal é outro nome para irresponsabilidade social”.

A política de direita do governo, diz, “está sendo sabotada por um congresso rebelde liderado por um conhecido líder da esquerda, chamado, deixa ver... Eduardo Cunha?!”. E, para completar, destaca que, com a Lava Jato, empresários ‘viviam prósperos e em paz, até aparecer esse agitador comunista Sérgio Moro, trazendo a desordem’ (leia mais).

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email