Vídeo de William Waack teria surgido em grupo de editores de TV

Segundo a seção da Folha sobre televisão, o vídeo em que o âncora da Globo aparece fazendo um comentário racista foi levado a um grupo de editores de TV no WhatsApp por um dos integrantes, abrindo um debate interno sobre se as cenas deveriam ser publicadas nas redes sociais; a conclusão foi que sim, e o vídeo surgiu na manhã de quarta 8

Segundo a seção da Folha sobre televisão, o vídeo em que o âncora da Globo aparece fazendo um comentário racista foi levado a um grupo de editores de TV no WhatsApp por um dos integrantes, abrindo um debate interno sobre se as cenas deveriam ser publicadas nas redes sociais; a conclusão foi que sim, e o vídeo surgiu na manhã de quarta 8
Segundo a seção da Folha sobre televisão, o vídeo em que o âncora da Globo aparece fazendo um comentário racista foi levado a um grupo de editores de TV no WhatsApp por um dos integrantes, abrindo um debate interno sobre se as cenas deveriam ser publicadas nas redes sociais; a conclusão foi que sim, e o vídeo surgiu na manhã de quarta 8 (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O vídeo em que o jornalista William Waack, âncora do Jornal da Globo, aparece fazendo um comentário racista teria surgido primeiramente em um grupo de editores de TV no WhatsApp.

Segundo a seção F5 da Folha, o vídeo foi repassado no grupo por um dos integrantes, abrindo um debate interno sobre se as cenas deveriam ser publicadas nas redes sociais. A conclusão foi que sim, e o vídeo surgiu na manhã de quarta 8.

O primeiro a publicar no Twitter teria sido o jornalista e roteirista de TV Jorge Tadeu, que não quis comentar o caso.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247