Xico Sá: vale tudo para tirar o sapo barbudo do jogo

Jornalista Xico Sá, colunista do El País, destaca que "terminou a farsa ensaiada do TRF-4 para tirar o Sapo Barbudo do jogo, pena que isso não é apenas uma fábula de Esopo. No tapetão, ou com gol da mão invisível da Fiesp, é mais gostoso para a galera de camisa da CBF"; "E ainda não estamos no terceiro ato, aguenta firme até a confecção da chapa do TSE com os candidatos de outubro. Não viste nada ainda, pabulagem, vai faltar corrimão neste samba de breque", diz

Jornalis 2ta Xico Sá e ex-presidente Lula
Jornalis 2ta Xico Sá e ex-presidente Lula (Foto: Paulo Emílio)

247 - Para o jornalista Xico Sá, colunista do El País, destaca que "terminou a farsa ensaiada do TRF-4 para tirar o Sapo Barbudo do jogo, pena que isso não é apenas uma fábula de Esopo. No tapetão, ou com gol da mão invisível da Fiesp, é mais gostoso para a galera de camisa da CBF".

"Como diria o mesmo Dostoievski citado por um carrasco do rio Guaíba, se o golpe foi um sucesso, tudo é permitido -com STF com tudo. E ainda não estamos no terceiro ato, aguenta firme até a confecção da chapa do TSE com os candidatos de outubro. Não viste nada ainda, pabulagem, vai faltar corrimão neste samba de breque", afirma.

"As danações da pororoca, Baiano sabe disso, seguem apenas como o fenômeno que marca o encontro das águas amazônicas dos rios Negro e Solimões. Nada do sururu na área previsto na paranormalidade equina ou milica. A massa, noves fora os bravos sem-teto e sem-terra, anda apenas ressabiada. A massa tem suas razões para o silêncio - quem é este cronista menor, jurubebas e moelas dialéticas à parte, para entender os mistérios da história", diz sobre a anestesia popular.

"Deu no New York Times, vixe, agora não representa mais aquela viralatice do jeca de direita, virou um respiro para a esquerda -não te conto, Baiano, o jornalão da Corte foi mais honesto no justiçamento do TRF4 do que a mídia provinciana de Tanga, acredite se quiser. Incrível. Foi de fora que veio o suspiro, como se um caboclo gutenberguiano amazônico importasse oxigênio", finaliza.

Leia a íntegra do artigo.

 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247