100 mil mortes: Estados Unidos chegam a número catastrófico por conta da Covid-19

Governado por um negacionista como o Brasil, os Estados Unidos prosseguem em genocídio paralelo diante da pandemia de covid-19. O país chegou à marca de 100 mil mortes nesta quarta-feira, 27, número equivalente à soma de mortos nas guerras da Coreia, do Vietnã, do Afeganistão e do Iraque

Profissionais de saúde se preparam para transferir o corpo de uma pessoa que morreu no Kingsbrook Jewish Medical Center durante o surto da doença por coronavírus (COVID-19), no bairro de Brooklyn, em Nova York, EUA
Profissionais de saúde se preparam para transferir o corpo de uma pessoa que morreu no Kingsbrook Jewish Medical Center durante o surto da doença por coronavírus (COVID-19), no bairro de Brooklyn, em Nova York, EUA (Foto: REUTERS/Brendan McDermid)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Os EUA alcançaram a triste marca de 100 mil mortes pelo novo coronavírus. O levantamento é da Universidade Johns Hopkins. O patamar foi atingido em um período de três meses, o que resulta em uma média de mais de 1.100 mortes por dia.

A reportagem do jornal O Globo destaca que “ele representa ainda mais que o dobro do previsto em meados de abril por Donald Trump, que disse na época que a doença deixaria cerca de 50 mil mortos no seu país. No início de maio, no entanto, o presidente americano, que de início minimizou a gravidade da Covid-19, admitiu que o saldo de mortes poderia chegar a 100 mil — ou seja, 30% das mais de 353 mil vítimas fatais provocadas pelo novo coronavírus no mundo inteiro.”

A matéria ainda informa que “o número de 100 mil se aproxima do total de mortos em quatro grandes conflitos travados pelos americanos desde o fim da Segunda Guerra Mundial: a Guerra do Vietnã, a Guerra da Coreia, a Guerra do Iraque e a Guerra do Afeganistão. Nos quatro, foram 101.667 mortes. Fica também bem próximo dos óbitos provocados pela gripe de 1957/58: 116 mil.”

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247