A paciência da Rússia ante as ações do Ocidente chegou ao fim, diz chanceler russo

A Rússia é categoricamente contra a exigência do Ocidente de que as tropas russas regressem aos quartéis

www.brasil247.com -
(Foto: Ivan Sekretarev)
Siga o Brasil 247 no Google News

Sputnik - O ministro das Relações Exteriores da Rússia disse nesta sexta-feira (14) que a paciência de Moscou ante as ações do Ocidente chegou ao fim.

"Nossa paciência chegou ao fim. Somos muito pacientes, sabem, somos lentos a arrear [os cavalos], mas rápidos na corrida. Agora, já está na hora de irmos embora. Só estamos à espera que o cocheiro naquela carruagem responda concretamente às nossas propostas", afirmou Lavrov em uma coletiva de imprensa.

A Rússia é categoricamente contra a exigência do Ocidente de que as tropas russas regressem aos quartéis. O Ocidente ultrapassou todos os limites, afirmou o chanceler.

PUBLICIDADE

O Departamento de Estado dos EUA tinha anteriormente exortado a Rússia a fazer retornar aos quartéis os 100 mil soldados que estão supostamente concentrados na fronteira com a Ucrânia.

"Categoricamente não podemos aceitar isso, tais abordagens são inaceitáveis. O momento que foi escolhido [para apresentar as propostas sobre garantias de segurança] simplesmente reflete o período em que o Ocidente ultrapassou todos os limites", afirmou Lavrov.

PUBLICIDADE

A Rússia defende que as questões relativas às garantias de segurança com os EUA e a OTAN devem ser resolvidas com base em um equilíbrio de interesses, observou o ministro do Exterior russo na coletiva de imprensa.

"Somos a favor de que tudo seja revolvido com base no respeito mútuo, com base em um equilíbrio de interesses. A posição da Rússia, que foi apresentada aos americanos e à OTAN, se baseia precisamente em um equilíbrio de interesses. Esses documentos visam garantir a segurança na Europa como um todo, e de cada país, incluindo a Rússia", disse Lavrov.

PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email