A piada de Trump: 'Rússia e China devem investir mais em paz do que em armas'

O presidente dos EUA, Donald Trump, lamentou o colossal gasto de seu país, da Rússia e da China em armas e sugere que esta soma de dinheiro poderia ser melhor gasta em outros setores; é sua nova piada; "Entre Rússia, China e nós, todos estamos construindo armas por centenas de bilhões de dólares, incluindo as armas nucleares, o que é ridículo; creio que seria muito melhor se nos puséssemos de acordo e não fabricássemos estas armas", disse nesta quinta-feira (4) o presidente dos EUA

A piada de Trump: 'Rússia e China devem investir mais em paz do que em armas'
A piada de Trump: 'Rússia e China devem investir mais em paz do que em armas'

HispanTV - O presidente dos EUA, Donald Trump, lamentou o colossal gasto de seu país, da Rússia e da China em armas e sugere que esta soma de dinheiro poderia ser melhor gasta em outros setores. É sua nova piada.

"Entre Rússia, China e nós, todos estamos construindo armas por centenas de bilhões de dólares, incluindo as armas nucleares, o que é ridículo. Creio que seria muito melhor se nos puséssemos de acordo e não fabricássemos estas armas", disse nesta quinta-feira (4) o presidente dos EUA.

As declarações foram feitas a jornalistas na Casa Branca. Trump insistiu em que esses três países "podem pôr-se de acordo, e deter o gasto e investir em coisas mais produtivas para a paz a longo prazo".

Por sua parte, o vice-primeiro-ministro chinês, Liu He, que se encontrava na Casa Branca, afirmou que estava de acordo com tema e que isto seria uma boa ideia, de acordo com a agência britânica de notícias Reuters.

O gasto militar dos Estados Unidos em 2017 superou o total dos orçamentos militares dos oito países que mais gastam no setor.

Esta proposta, ironicamente, provém de um chefe de Estado que elevou o orçamento do Departamento de Defesa dos EUA a mais de 700 bilhões de dólares em 2017 em seu primeiro ano no cargo e espera obter 718 bilhões ou mais em 2020, cifras recordes na história dos Estados Unidos.

Enquanto isso, o orçamento de defesa da China para 2019 é estimado em 224 bilhões de dólares, e o da Rússia, mais modesto, é de 44 bilhões.

Além disso, o presidente dos EUA parece não se dar conta de suas próprias políticas ou, na realidade, não sabe o que diz. Diante de sua constante pressão sobre os aliados da Organização do Tratado do Atlântico Norte para que aumentem seus gastos militares a 2 % de seu Produto Interno Bruto (PIB), estas últimas declarações parecem uma piada.

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Mundo

China rejeita lei dos EUA sobre Hong Kong

A China expressou nesta quarta-feira (16) indignação e rejeição à chamada Lei dos Direitos Humanos e Democracia de Hong Kong 2019, apoiada no Congresso dos Estados Unidos, alertando que tomará...

Ao vivo na TV 247 Youtube 247