Acidente na Argentina mata 49 e fere 600

Tremsem freios descarrilou e se chocou contra a estao Once, na capital Buenos Aires; h mais de 600 feridos, pelo menos 50 deles em estado grave, que foram levados a hospitais da regio com politraumatismo; assista a vdeo que registrou o momento do acidente

Acidente na Argentina mata 49 e fere 600
Acidente na Argentina mata 49 e fere 600 (Foto: Enrique Marcarian/Reuters)

247, com Agência Brasil e Estado - Pelo menos 49 pessoas -- entre elas uma criança -- morreram e mais de 600 ficaram feridas depois do descarrilamento de um trem, na manhã de hoje (22), em Buenos Aires, capital da Argentina, de acordo com o titular do Sistema de Atenção Médica de Emergência (Same), Alberto Crescenti. Até o começo desta tarde, havia pelo menos 30 passageiros presos em um dos vagões do trem. As operações de resgate envolvem bombeiros, policiais e todo o sistema de segurança da capital argentina. De acordo com os médicos que estão no local, a maior parte dos feridos sofreu politraumatismo. Os feridos foram levados para dois hospitais: Durant e Mejias Ramos.

O sindicato dos maquinistas denunciou que existem problemas nos sistemas de freios dos trens de Buenos Aires. "Falta investimento em manutenção no serviço ferroviário. Há meses que estamos denunciando falhas nos freios", disse um dos delegados do sindicato em entrevista às emissoras de TV. Segundo ele, o tamanho de formação do trem acidentado requer oito equipamentos de freios, mas a empresa obriga os maquinistas a sair com apenas quatro. "São freios Toshiba, importados há 40 anos e nenhuma empresa ferroviária fez investimentos para renovar esses freios" acusou o delegado.

Segundo informações da agência de notícias Télam, do governo argentino, o trem fazia a linha Sarmiento e vinha da localidade de Moreno, na província de Buenos Aires, e transportava cerca de 800 passageiros. O acidente ocorreu às 8h30 da manhã (9h30 de Brasília) e as autoridades desconfiam que houve um problema nos freios do trem, o que fez com que a composição se chocasse contra uma vala de contenção.

O maquinista do trem ficou preso nas ferragens e teve de ser retirado pelos bombeiros. O ministro de Segurança da Argentina, Guillermo Montenegro, e o secretário de Esportes da cidade de Buenos Aires, Juan Pablo Schiavi, estiveram no local. De acordo com alguns relatos, três carros do trem acabaram sendo destruídos. O acidente ocorreu justamente durante o horário de rush e maior fluxo de passageiros. Nos últimos meses, houve vários acidentes ferroviários na Argentina. O penúltimo ocorreu em dezembro quando um trem colidiu com outro lotado de passageiros deixando 17 pessoas feridas. Em setembro do ano passado, nove pessoas morreram e 212 ficaram feridas quando dois trens colidiram em um ônibus também em Buenos Aires.

Enrique Marcarian/Reuters

Enrique Marcarian/Reuters

Assista a vídeo que registrou o momento do acidente:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247