Acusação do impeachment afirma que Trump pode cometer mais crimes caso não seja condenado

A acusação encerrou sua tese em defesa do impeachment do ex-presidente dos EUA, Donald Trump, afirmando que é um perigo para a democracia e pode incitar mais violência caso não seja condenado pela invasão do Capitólio

(Foto: REUTERS/Jonathan Ernst)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A acusação encerrou sua tese em defesa do impeachment do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump (Republicano), no terceiro dia de julgamento no Senado, afirmando que é um perigo para a democracia e pode incitar mais violência caso não seja condenado pela invasão do Capitólio.

O argumento, segundo a Folha de S.Paulo, é que os invasores seguiram ordens diretas de Trump no ataque que deixou cinco mortos em 6 de janeiro.

"Não tenho medo que Donald Trump concorra novamente em quatro anos", disse o deputado democrata Ted Lieu, um dos nove integrantes da acusação. "Tenho medo que ele concorra de novo e perca, porque ele pode fazer isso de novo."

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email