Advogado de policial envolvido na morte de George Floyd diz que vítima 'se matou'

O advogado de um dos policiais acusados de cúmplices da morte de George Floyd disse que a vítima "se matou", apesar das imagens e laudos apontar que Floyd morreu por sufocamento após um dos oficiais pressionarem o pescoço com o joelho

Reprodução
Reprodução
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O advogado de um dos quatro policiais acusados pelo morte de George Floyd, em Minneapolis, nos Estados Unidos, no dia 25 de maio, afirmou que a vítima "se matou". 

Nesta semana, advogado de outro policial acusado de envolvimento na morte de Flyod também tentou culpar a vítima afirmando que ele morreu por "intoxicação", apesar dos laudos e imagens de ângulos diversos mostrarem a cena em que o oficial Derek Chauvin se ajoelha no pescoço do homem por quase nove minutos, mesmo que ele dissesse não conseguir respirar várias vezes.

A declaração da defesa de Thomas Lane foi dada ao jornal "Los Angeles Times". Lane é um dos policiais que estavam ao lado de Derek enquanto pressionava o joelho em Floyd e não interferiram, apesar dos pedidos de socorro.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247