Afeganistão: documentos revelam que governo dos EUA divulgou falsidades sobre guerra

São mais de 2.000 páginas de anotações inéditas de entrevistas com pessoas que tiveram um papel direto na guerra, que revelam pronunciamentos manipulados de altas autoridades norte-americanas, com intuito de manipular a opinião pública, escondendo claras evidências de que a guerra no Afeganistão era invencível

(Foto: Omar Sobhani/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornal The Washington Post revelou um conjunto de documentos confidenciais do governo dos Estados Unidos que revelam que altas autoridades norte-americanas não disseram a verdade sobre a guerra no Afeganistão, fazendo pronunciamentos positivos que sabiam serem falsos e escondendo claras evidências de que a guerra se tornara invencível, como aponta reportagem do jornal Folha de S.Paulo. 

São mais de 2.000 páginas de anotações inéditas de entrevistas com pessoas que tiveram um papel direto na guerra, de generais e diplomatas a trabalhadores de ajuda humanitária e autoridades afegãs, acrescenta a reportagem. 

Os documentos apontam que 400 pessoas envolvidas fizeram críticas irrestritas sobre o que deu errado no Afeganistão e como os EUA se atolaram em quase duas décadas de guerra. As entrevistas revelaram queixas, frustrações e confissões, além de críticas e previsões.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247