Alegando razões pessoais e cansaço, Mujica renuncia ao cargo de senador

O ex-presidente do Uruguai José "Pepe" Mujica renunciou ao cargo de senador do parlamento daquele país; em sua carta de renúncia, Mujica, que tem 83 anos, alegou razões pessoais e "cansaço" para deixar o cargo para o qual foi eleito; "Os motivos são pessoais, diria 'cansaço da longa viagem'", diz Mujica na carta; ele, contudo, destacou que enquanto sua mente funcionar, jamais irá desistir "da solidariedade e da luta por ideais"

Alegando razões pessoais e cansaço, Mujica renuncia ao cargo de senador
Alegando razões pessoais e cansaço, Mujica renuncia ao cargo de senador

247 - O ex-presidente do Uruguai José "Pepe" Mujica renunciou ao cargo de senador do parlamento daquele país. Em sua carta de renúncia, Mujica, que tem 83 anos, alegou razões pessoais e "cansaço" para deixar o cargo para o qual foi eleito. Em agosto, Mujica havia declarado que pensava na renúncia porque desejava tirar "uma folga" antes de morre, devido a idade avançada. "Os motivos são pessoais, diria 'cansaço da longa viagem'", diz Mujica na carta.

Ainda segundo o texto do documento, "o caráter de renúncia voluntária e a legislação vigente apontam que não corresponde o benefício do subsídio estabelecido", em referência a aposentadoria a que tem direito.

Mujica, que ocupou a presidência do Uruguai entre 2010 e 2015, também usou a carta para "pedir desculpas muito sinceras" caso tenha, "no calor dos debates", ferido "pessoalmente algum colega".

Ele também destacou que enquanto sua mente funcionar, jamais irá desistir "da solidariedade e da luta por ideais".

 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247