Além da Rússia, Trump agora acusa a China de interferir em eleições

O presidente dos EUA, Donald Trump, acusou a China de atacar ativamente a eleição norte-americana, mas não ofereceu evidências para sustentar a alegação, que parece vincular à guerra comercial entre os dois países "A China declarou abertamente que está ativamente tentando impactar e mudar nossa eleição, atacando nossos agricultores, fazendeiros e trabalhadores industriais por causa de sua lealdade a mim", postou Trump no Twitter; ele já havia acusado a Rússia de interferência nas eleições do EUA

Além da Rússia, Trump agora acusa a China de interferir em eleições
Além da Rússia, Trump agora acusa a China de interferir em eleições (Foto: REUTERS/Kevin Lamarque)

Reuters - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acusou a China de atacar ativamente a eleição norte-americana, mas não ofereceu evidências para sustentar a alegação, que parece vincular a questão às negociações comerciais entre os dois países.

"A China declarou abertamente que está ativamente tentando impactar e mudar nossa eleição, atacando nossos agricultores, fazendeiros e trabalhadores industriais por causa de sua lealdade a mim", escreveu Trump em um publicação em sua conta no Twitter.

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247