Alemanha demite chefe de espionagem por simpatizar com extrema direita

O governo da Alemanha decidiu nesta terça-feira (18) destituir o chefe do Escritório Federal para a Proteção da Constituição (BfV, a agência de espionagem), Hans-Georg Maassen

Alemanha demite chefe de espionagem por simpatizar com extrema direita
Alemanha demite chefe de espionagem por simpatizar com extrema direita (Foto: OLIVER BERG)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247, com AFP - O governo da Alemanha decidiu nesta terça-feira (18) destituir o chefe do Escritório Federal para a Proteção da Constituição (BfV, a agência de espionagem), Hans-Georg Maassen.

Maassen é acusado de ter simpatizado com a extrema direita durante protestos no mês passado na cidade de Chemnitz, no leste do país.

Enquanto várias autoridades do governo, entre elas a própria chanceler, Angela Merkel, condenaram os eventos, Maassen questionou a autenticidade de vídeo que mostrava neonazistas perseguindo estrangeiros pelas ruas da cidade.

Na ocasião ele afirmou que a BfV não tinha "informações confiáveis sobre uma perseguição acontecendo". Maassen também questionou se um vídeo postado pelo usuário Antifa Zeckebiss mostrava, como dizia, uma "caçada em Chemnitz" no dia 26 de agosto.

Os protestos em Chemnitz tiveram início após a morte de um homem por supostamente um sírio e um iraquiano. O sírio continua preso, mas o iraquiano foi solto nesta semana.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247