Alemanha não é livre para defender seus interesses econômicos, diz chanceler russo

"Quanto ao Nord Stream 2, não se trata da liberdade de escolher alianças, trata-se simplesmente de realizar atividades comerciais", defendeu Lavrov

www.brasil247.com -
(Foto: Kirill Kudryavtsev/Pool via REUTERS)
Siga o Brasil 247 no Google News

TASS - A situação com o Nord Stream 2 mostra que a Alemanha não tem liberdade para perseguir seus próprios interesses econômicos, disse o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, ao Channel One Russia na quinta-feira.

"Quanto ao Nord Stream 2, não se trata mais da liberdade de escolher alianças, trata-se simplesmente da liberdade de realizar atividades comerciais comuns nos mercados mundiais. Acontece que a Alemanha não tem liberdade para buscar seus próprios interesses econômicos", disse ele.

A construção do Nord Stream 2 foi totalmente concluída em 10 de setembro de 2021. As obras foram inicialmente planejadas para serem concluídas até o final de 2019, embora a construção tenha sido adiada devido às sanções dos EUA. O projeto Nord Stream 2 prevê a construção de dois dutos com capacidade total de 55 bilhões de metros cúbicos por ano da costa da Rússia através do Mar Báltico até a Alemanha.

PUBLICIDADE

Moscou enfatizou repetidamente que o Nord Stream 2 é um projeto comercial, que foi implementado em conjunto com seus parceiros europeus. O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, expressou perplexidade com o fato de vários países tentarem tornar o destino do gasoduto dependente de condições politicamente motivadas. A Rússia também afirmou repetidamente que nunca armamentou politicamente os recursos energéticos.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email