Alinhamento de Bolsonaro traz premier israelense ao Brasil

Primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, confirmou que virá ao Brasil para a posse do presidente eleito Jair Bolsonaro, no diz 1º de janeiro; esta será a primeira vez que um premier israelense em exercício o virá ao paí e vem na esteira das declarações feitas por Bolsonaro de que irá transferir a Embaixada do Brasil em Israel de Tel Aviv para Jerusalém, em um claro sinal de alinhamento com a política externa dos EUA; países árabes prometem retaliações por meio de "medidas políticas, diplomáticas e econômicas necessárias", caso a mudança seja efetivada

Alinhamento de Bolsonaro traz premier israelense ao Brasil
Alinhamento de Bolsonaro traz premier israelense ao Brasil (Foto: REUTERS/Ronen Zvulun)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, confirmou que virá ao Brasil para a posse do presidente eleito Jair Bolsonaro, no dia 1º de janeiro. A visita é considerada "sem precedentes", já que está será a primeira vez que um premier israelense em exercício virá ao país. Anúncio da viagem de Natanyahu vem na esteira das declarações feitas por Bolsonaro de que irá transferir a Embaixada do Brasil em Israel de Tel Aviv para Jerusalém, em um claro sinal de alinhamento com a política externa norte-americana.

Nesta terça-feira (18), a Liga Árabe aprovou uma resolução para que o Brasil "respeite o direito internacional" e desista de reconhecer Jerusalém como capital do estado judeu. Para os países árabes, a visita de Netanyahu seria uma forma de pressão para que a transferência da embaixada, uma das promessas de campanha do presidente eleito, seja cumprida. Caso a intenção seja confirmada, os países árabes prometem retaliações por meio de "medidas políticas, diplomáticas e econômicas necessárias".

De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, a previsão é que a agenda de Netanyahu dure cinco dias, algo considerado incomum nas viagens internacionais do premier israelense. O premier deverá chegar ao Rio de Janeiro no dia 27 de dezembro e, no dia seguinte, ele deverá ter um primeiro encontro com Bolsonaro.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247