Análise conclui que Trump fala como criança de 8 anos

Uma análise das 30 mil primeiras palavras do presidente desde a eleição mostra que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, 'fala em um nível um terço menor que qualquer outro presidente desde 1929', num grau de leitura equivalente ao de uma criança na 7ª série; "Comparado aos 14 presidentes que o precederam, sob qualquer ponto de vista o uso de palavras do presidente Trump é muito menos diverso e mais simples", disse Bill Frischling, CEO da Facta.se

Uma análise das 30 mil primeiras palavras do presidente desde a eleição mostra que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, 'fala em um nível um terço menor que qualquer outro presidente desde 1929', num grau de leitura equivalente ao de uma criança na 7ª série; "Comparado aos 14 presidentes que o precederam, sob qualquer ponto de vista o uso de palavras do presidente Trump é muito menos diverso e mais simples", disse Bill Frischling, CEO da Facta.se
Uma análise das 30 mil primeiras palavras do presidente desde a eleição mostra que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, 'fala em um nível um terço menor que qualquer outro presidente desde 1929', num grau de leitura equivalente ao de uma criança na 7ª série; "Comparado aos 14 presidentes que o precederam, sob qualquer ponto de vista o uso de palavras do presidente Trump é muito menos diverso e mais simples", disse Bill Frischling, CEO da Facta.se (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Uma análise das 30 mil primeiras palavras do presidente desde a eleição mostra que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, 'fala em um nível um terço menor que qualquer outro presidente desde 1929', num grau de leitura equivalente ao de uma criança na 7ª série.

O vocabulário e a estrutura gramática de Trump são "significativamente mais simples e menos diversos" que qualquer outro presidente desde Herbert Hoover, apontou a análise reproduzida pelo jornal O Globo. A comparação é baseada em entrevistas, discursos e coletivas de imprensa de todos os presidentes desde 1929, compilados pela base de dados Facta.se.

A análise compara todos os registros não oficiais dos governantes para trazer esses dados à tona, o que não leva em conta discursos previamente preparados.

"Comparado aos 14 presidentes que o precederam, sob qualquer ponto de vista o uso de palavras do presidente Trump é muito menos diverso e mais simples", disse Bill Frischling, CEO da Facta.se.

O tema da imprecisão mental do presidente tem tomado conta das conversas desde a publicação de "Fire and Fury: Inside the Trump White House", um novo e explosivo livro sobre os bastidores do governo Trump. O autor, Michael Wolff, afirma que família, amigos e colegas do presidente questionaram sua habilidade para o cargo e o tratam "como uma criança".

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247