Angela Merkel diz que Alemanha ainda está no início da pandemia de coronavírus

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, anunciou que seu país está pronto para dar contribuições mais altas ao orçamento europeu para ajudar os parceiros mais afetados pelo coronavírus, mas advertiu que o país está apenas no início da pandemia

(Foto: Reuters | ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A chanceler alemã Angela Merkel disse nesta quinta-feira (23) que seu país ainda está no início da pandemia e terá que conviver com o coronavírus "por muito tempo".

"Ninguém gosta de ouvir isso, mas é a verdade: ainda não estamos na fase final da pandemia. Estamos apenas no começo", disse a líder alemã em comunicado governamental ao Parlamento. 

Nesse sentido, Merkel lembrou que a Alemanha passou por um teste que "não ocorreu desde a Segunda Guerra Mundial". "Para nossas medidas, não há exemplo histórico com o qual possamos nos orientar", enfatizou.

Além disso, a chanceler anunciou que a Alemanha está disposta a dar contribuições mais altas ao orçamento europeu para ajudar os parceiros mais afetados pela pandemia de coronavírus

"Um plano de reavivamento econômico europeu poderá apoiar a recuperação nos próximos dois anos e trabalharemos nele", acrescentou Merkel aos deputados alemães, antes de uma cúpula dos 27 membros da União Europeia em Bruxelas para buscar soluções para a crise causada pela pandemia.

Merkel indicou que a contribuição seria por um "período limitado" e comentou que a emissão de uma dívida europeia comum - como os Coronabonds - implicaria a reforma de tratados comunitários e a ratificação dos parlamentos nacionais, uma opção que levaria muito tempo para ser implementada, quando a crise sanitária provocada pela covid-19 requer ajuda financeira urgente, informa a Telesul.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247