Ao contrário do Brasil, Chile diz que vai manter embaixada em Israel em Tel Aviv

Presidente do Chile, Sebastián Piñera, descartou a possibilidade de transferir a embaixada de seu país em Israel de Tel Aviv para Jerusalém, como alguns outros países fizeram; "A embaixada do Chile permanecerá em Tel Aviv", disse; presidente Jair Bolsonaro já manifestou em várias ocasiões a intenção de transferir a embaixada do Brasil em Isreal de Tel Aviv para Jerusalulém."A embaixada do Chile permanecerá em Tel Aviv", disse o presidente em uma entrevista coletiva de Israel.O presidente chileno, em viagem pelo Oriente Médio, disse que seu país "defende e é a favor de uma solução de dois Estados, um estado israelense e um estado paelstino".

Sebastian Piñera concede entrevista em Santiago
 18/12/2017    REUTERS/Rodrigo Garrido
Sebastian Piñera concede entrevista em Santiago 18/12/2017 REUTERS/Rodrigo Garrido (Foto: Rodrigo Garrido/Reuters)

Sputnik - O presidente do Chile, Sebastián Piñera, descartou a possibilidade de transferir a embaixada de seu país em Israel de Tel Aviv para Jerusalém, como alguns outros países fizeram.

"A embaixada do Chile permanecerá em Tel Aviv", disse o presidente em uma entrevista coletiva de Israel.

O presidente chileno, em viagem pelo Oriente Médio, disse que seu país "defende e é a favor de uma solução de dois Estados, um estado israelense e um estado paelstino".

"O Chile é a favor de ambos serem livres, independentes e democráticos, e de ter fronteiras legítimas e seguras", disse ele.

A entrevista ocorreu durante a viagem que Piñera iniciou esta semana para Israel e Palestina, com o objetivo de assinar uma série de tratados com líderes dos dois países.

Depois, o presidente do Chile viajará para Osaka, Japão, para participar da próxima cúpula do G20, que acontecerá entre os dias 28 e 29 de junho.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247