Apoiadores de Evo Morales montam barricadas para resistir contra ofensiva de militares

O conflito entre apoiadores de Morales e as Forças Armadas aumentou após a corporação informar que faria uma vigilância em La Paz junto à polícia

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Após a renúncia de Evo Morales, diversos bairros bolivianos amanheceram nesta terça-feira (12) com barricadas armadas com arame, cordas, tecidos e móveis velhos. Fogueiras também são usadas para bloquear vias. 

O conflito entre apoiadores de Morales e as Forças Armadas aumentou nesta segunda-feira (11), após a corporação informar que faria uma vigilância em La Paz junto à polícia. 

O líder dos conselhos de bairro da cidade de La Paz, Jesús Vera, foi preso nesta segunda pela polícia. “Após o primeiro dia do golpe cívico-político-policial, a polícia amotinada reprime com balas para causar mortes e feridos em El Alto. Minha solidariedade com as vítimas inocentes, incluindo uma garota, e ao povo heroico defensor da democracia”, manifestou-se Evo, pelas redes sociais.


O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247