Aprovação de Biden cai a 36%, nível mais baixo desde o início do mandato

Apenas 18% dos norte-americanos pensam que o país está indo na direção certa

www.brasil247.com - Presidente dos EUA, Joe Biden, retorna à Casa Branca
01/05/2022
REUTERS/Elizabeth Frantz
Presidente dos EUA, Joe Biden, retorna à Casa Branca 01/05/2022 REUTERS/Elizabeth Frantz (Foto: ELIZABETH FRANTZ)


WASHINGTON (Reuters) - A aprovação do presidente norte-americano, Joe Biden, caiu pela quarta semana consecutiva, para 36%, igualando o patamar mais baixo, atingido no final de maio, segundo uma pesquisa de opinião Reuters/Ipsos divulgada nesta quarta-feira.

O índice de aprovação do presidente está abaixo de 50% desde agosto, um sinal de alerta de que o Partido Democrata pode perder o controle de pelo menos uma das Casas do Congresso nas eleições legislativas de 8 de novembro.

Para 34% dos norte-americanos, a economia é a questão mais importante nos Estados Unidos. Biden lida com a maior inflação em 40 anos, com a invasão da Rússia à Ucrânia restringindo o fornecimento global de combustível e cadeias de abastecimento ainda limitadas pela pandemia de Covid-19.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No seu próprio partido, o índice de aprovação de Biden permanece praticamente intacto desde a semana passada - 73%, em comparação a 74% em 15 de junho. Em agosto, 85% dos democratas aprovavam o governo de Biden.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mas entre republicanos, a aprovação de Biden caiu para 7%, em comparação com 11% em 15 de junho. Apenas 18% dos norte-americanos pensam que o país está indo na direção certa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O índice de aprovação de Biden está se aproximando --mas ainda não chegou lá- dos menores patamares do seu predecessor, Donald Trump, que teve 33% de aprovação em dezembro de 2017.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email