Assange ironiza EUA e sugere que Venezuela adote constituição saudita

Fundador do Wikileaks, Julian Assange, ironizou a tentativa de interferência dos Estados Unidos nos assuntos internos da Venezuela. Para Assange, o processo de eleição de uma Constituinte na Venezuela pode ser comparado ao rigor das leis em vigor na Arábia saudita, país aliado aos EUA; "Não entendo por que Maduro não pode se apressar e adotar a constituição saudita para que o governo dos EUA fique feliz com ele", postou Assange no Twitter; EUA  consideram a eleição venezuelana uma "farsa" que visam consolidar uma "ditadura" no país

Fundador do Wikileaks, Julian Assange, ironizou a tentativa de interferência dos Estados Unidos nos assuntos internos da Venezuela. Para Assange, o processo de eleição de uma Constituinte na Venezuela pode ser comparado ao rigor das leis em vigor na Arábia saudita, país aliado aos EUA; "Não entendo por que Maduro não pode se apressar e adotar a constituição saudita para que o governo dos EUA fique feliz com ele", postou Assange no Twitter; EUA  consideram a eleição venezuelana uma "farsa" que visam consolidar uma "ditadura" no país
Fundador do Wikileaks, Julian Assange, ironizou a tentativa de interferência dos Estados Unidos nos assuntos internos da Venezuela. Para Assange, o processo de eleição de uma Constituinte na Venezuela pode ser comparado ao rigor das leis em vigor na Arábia saudita, país aliado aos EUA; "Não entendo por que Maduro não pode se apressar e adotar a constituição saudita para que o governo dos EUA fique feliz com ele", postou Assange no Twitter; EUA  consideram a eleição venezuelana uma "farsa" que visam consolidar uma "ditadura" no país (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O fundador do Wikileaks, Julian Assange, ironizou a tentativa de interferência dos Estados Unidos nos assuntos internos da Venezuela. Para Assange, o processo de eleição de uma Constituinte na Venezuela pode ser comparado ao rigor das leis em vigor na Arábia saudita, país aliado aos EUA. "Não entendo por que Maduro não pode se apressar e adotar a constituição saudita para que o governo dos EUA fique feliz com ele", postou Assange no Twitter.

Os Estados Unidos consideram a eleição venezuela uma "farsa" que visam consolidar uma "ditadura" no país sulamericano. O presidente norte-americano Donald Trump tambpema anunciou recentemente uma série de sanções e medidas contra Maduro e outros membros do governo venezuelano.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247