Ataque a estação de trem mata 27 pessoas na China

A ação foi executada por um grupo de pessoas não identificadas portando facas, afirmou a mídia estatal no domingo (horário local); outras 162 pessoas ficaram feridas, afirmou a agência Xinhua, acrescentando que o ataque ocorreu na noite de sábado; a televisão estatal afirmou em seu microblog oficial que o incidente foi considerado um "ataque terrorista violento"

A ação foi executada por um grupo de pessoas não identificadas portando facas, afirmou a mídia estatal no domingo (horário local); outras 162 pessoas ficaram feridas, afirmou a agência Xinhua, acrescentando que o ataque ocorreu na noite de sábado; a televisão estatal afirmou em seu microblog oficial que o incidente foi considerado um "ataque terrorista violento"
A ação foi executada por um grupo de pessoas não identificadas portando facas, afirmou a mídia estatal no domingo (horário local); outras 162 pessoas ficaram feridas, afirmou a agência Xinhua, acrescentando que o ataque ocorreu na noite de sábado; a televisão estatal afirmou em seu microblog oficial que o incidente foi considerado um "ataque terrorista violento" (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Pequim, Reuters - Pelo menos 27 pessoas foram mortas em um "ataque violento" contra uma estação de trem na cidade chinesa de Kunming. A ação foi executada por um grupo de pessoas não identificadas portando facas, afirmou a mídia estatal no domingo (horário local). Outras 162 pessoas ficaram feridas, afirmou a agência Xinhua, acrescentando que o ataque ocorreu na noite de sábado. A televisão estatal afirmou em seu microblog oficial que o incidente foi considerado um "ataque terrorista violento".

A Xinhua, citando um de seus repórteres no local, disse que vários suspeitos foram detidos. O morador Yang Haifei disse à Xinhua que estava comprando uma passagem quando viu um grupo de pessoas, a maioria vestida de preto, correndo para dentro da estação e atacando as pessoas.

"Vi uma pessoa vindo na minha direção com uma faca longa e corri junto com todos", ele disse. Aqueles que estavam mais devagar foram pegos pelos criminosos. "As pessoas caíram no chão." Imagens publicadas no sistema Sina Weibo, um serviço de microblog semelhante ao Twitter, mostraram corpos cobertos de sangue no chão da estação.

Não havia nenhuma informação sobre os responsáveis pelo ataque. O chefe de segurança local, Meng Jianzhu, estava indo para o local, segundo a TV estatal.

O ataque ocorre em um momento particularmente sensível, já que a China se prepara para a reunião anual do Parlamento, que começa em Pequim na quarta-feira e é normalmente acompanhada por um reforço da segurança em todo o país.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email