Ataque do EI deixa 41 mortos na Síria

 Pelo menos 41 pessoas morreram desde domingo (9) durante um ataque do grupo extremista Estado Islâmico contra o Aeroporto Militar de Kueires, na província de Alepo, na Síria, controlado pelo regime sírio; pelo menos 15 soldados do governo, incluindo 12 oficiais, e 26 jihadistas perderam a vida durante a ofensiva iniciada no domingo para conseguir o domínio da base aérea, que está cercada pelos radicais

 Pelo menos 41 pessoas morreram desde domingo (9) durante um ataque do grupo extremista Estado Islâmico contra o Aeroporto Militar de Kueires, na província de Alepo, na Síria, controlado pelo regime sírio; pelo menos 15 soldados do governo, incluindo 12 oficiais, e 26 jihadistas perderam a vida durante a ofensiva iniciada no domingo para conseguir o domínio da base aérea, que está cercada pelos radicais
 Pelo menos 41 pessoas morreram desde domingo (9) durante um ataque do grupo extremista Estado Islâmico contra o Aeroporto Militar de Kueires, na província de Alepo, na Síria, controlado pelo regime sírio; pelo menos 15 soldados do governo, incluindo 12 oficiais, e 26 jihadistas perderam a vida durante a ofensiva iniciada no domingo para conseguir o domínio da base aérea, que está cercada pelos radicais (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Brasil - Pelo menos 41 pessoas morreram desde domingo (9) durante um ataque do grupo extremista Estado Islâmico contra o Aeroporto Militar de Kueires, na província de Alepo, na Síria, controlado pelo regime sírio, informou hoje (10) o Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

Segundo a organização, pelo menos 15 soldados do governo, incluindo 12 oficiais, e 26 jihadistas perderam a vida durante a ofensiva iniciada no domingo para conseguir o domínio da base aérea, que está cercada pelos radicais. A zona é palco de uma troca de fogo de artilharia, enquanto a aviação do regime bombardeia os arredores de Kueires, situado no Leste de Alepo.

Os radicais explodiram três carros-bomba nas imediações da base.

O grupo Estado Islâmico instituiu um califado no final de junho de 2014 na Síria e Iraque, onde conquistou uma grande área do território. Na província de Alepo, os radicais controlam áreas do nordeste, e as suas principais bases são as localidades de Al Bab e Manbech.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email