Ataque na Suécia foi motivado por racismo

O ataque em uma escola da Suécia que resultou na morte de duas pessoas esfaqueadas foi motivado por racismo, disseram autoridades daquele país; o agressor foi abatido a tiros pela polícia; "Estamos convencidos de que o agressor agiu motivado por racismo quando realizou o ato", disse o chefe de polícia Niclas Hallgren

Policiais cercam escola onde homem marcarado atacou, em Trollhattan. 22/10/2015. REUTERS/Bjorn Larsson Rosvall/TT News Agency
Policiais cercam escola onde homem marcarado atacou, em Trollhattan. 22/10/2015. REUTERS/Bjorn Larsson Rosvall/TT News Agency (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - Um homem mascarado que matou um professor e um menino e feriu outros dois em uma escola sueca agiu motivado por racismo, informou a polícia nesta sexta-feira.

O ataque de quinta-feira, em que o agressor caminhou por uma escola esfaqueando alunos e funcionários em Trollhattan, uma cidade industrial de cerca de 50 mil habitantes que tem uma grande proporção de imigrantes, chocou a Suécia e repercutiu pelo mundo.

A polícia disparou contra o suspeito, um morador local na casa dos 20 anos, que morreu em um hospital. Ele não tinha antecedentes criminais.

"Estamos convencidos de que o agressor agiu motivado por racismo quando realizou o ato", disse o chefe de polícia Niclas Hallgren à uma rádio pública.

"Chegamos a essa conclusão com base no que encontramos quando revistamos seu apartamento e por seu comportamento durante o ato, e também pelo modo como ele escolheu as vítimas."

(Reportagem de Niklas Pollard e Bjorn Rundstrom)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email