Atiradores deixam pelo menos cinco mortos e 30 feridos nos Estados Unidos

De acordo com a emissora CBS, a população foi alertada para evitar a rodovia interestadual I-20 em Odessa, Midland e Big Spring, enquanto as autoridades buscam os suspeitos que mataram várias pessoas, incluindo um policial

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik Brasil - Pelo menos 30 pessoas ficaram feridas durante uma série de tiroteios nas cidades de Odessa e de Midland, no Texas, informou a mídia local neste sábado, citando autoridades. O prefeito da cidade de Midland Jerry Morales, informou que o incidente ocorreu às 16h (hora local).

"Eles estão atirando ao acaso [...] Temos duas mortes e pelo menos 20 feridos", disse Morales, citado pelo The New York Times.

Morales disse que um dos atiradores foi ferido e preso. “Um suspeito está sob custódia. Não tenho certeza se ele está vivo ”, disse Morales, citado pelo The New York Times.

De acordo com a emissora CBS, citando a polícia local, a população foi alertada para evitar a rodovia interestadual I-20 em Odessa, Midland e Big Spring, enquanto as autoridades buscam os suspeitos que mataram várias pessoas, incluindo um policial.

Acredita-se que um dos suspeitos estava dirigindo um veículo dourado e armado com um rifle, disse a CBS.

No Twitter, usuários publicaram vídeos com "grande presença da polícia após atividade de atirador em Odessa, Texas.

​O segundo suspeito supostamente estava em uma caminhonete dos Correios dos EUA. De acordo com as autoridades da cidade de Midland, um suspeito matou um soldado na rodovia I-20 e matou várias pessoas depois.

O porta-voz do Departamento de Polícia de Odessa, Steve LeSueur, pediu que a população permaneça em casa enquanto as buscas pelos suspeitos continuam.

O campus da Universidade do Texas na Bacia do Permiano (UTPB) foi fechado por precaução.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247