Ativistas articulam protestos para agenda de Bolsonaro em Dallas

Ativistas brasileiros e americanos preparam novas manifestações contra Jair Bolsonaro na tentativa de fazê-lo desistir de uma visita de dois dias a Dallas, no Texas (EUA) sob o argumento de que ele não é bem-vindo no estado americano por suas posições consideradas homofóbicas e racistas

Ativistas articulam protestos para agenda de Bolsonaro em Dallas
Ativistas articulam protestos para agenda de Bolsonaro em Dallas (Foto: Reuters)

247 - Às vésperas da chegada do presidente Jair Bolsonaro aos Estados Unidos, nesta quarta-feira (15), ativistas brasileiros e americanos preparam novas manifestações contra o chefe do Planalto na tentativa de fazê-lo desistir de uma visita de dois dias a Dallas, no Texas (EUA). Acadêmicos e grupos ligados principalmente às causas LGBT, mulheres, negros e indígenas organizam uma petição contra Bolsonaro sob o argumento de que ele não é bem-vindo no estado americano por suas posições consideradas homofóbicas e racistas.

"A coisa mais importante sobre a petição [que pede o cancelamento da viagem de Bolsonaro a Dallas] é informar ao público texano sobre as atrocidades desse homem, e estamos conseguindo articular isso", disse a americana Ellen Waggoner Roeder, da Universidade do Texas, de acordo com relato do jornal Folha de S.Paulo.

A norte-americana integra o movimento "The Lantern" que, juntamente com o "RES-ATX", ambos da cidade de Austin, elaborou a petição. 

Segundo o brasileiro Marcelo Domingos, "existem vários grupos nos EUA que se colocaram como oposição ou, no mínimo, no monitoramento da política no Brasil". "Junto com o The Lantern, formam o US Network for Democracy in Brazil, relacionados a acadêmicos, e são eles que estão organizando as manifestações", afirmou.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247