Áudio da caixa-preta do Airbus A320 é recuperado

Investigadores que apuram as causas do acidente com um Airbus A320 nos Alpes franceses conseguiram extrair, nesta quarta-feira, 25, áudio utilizável de uma caixa-preta recuperada no local do desastre, disse a agência francesa que investiga acidentes aéreos; "Será realizado um trabalho detalhado com o arquivo para entender, interpretar as vozes e sons que puderem ser ouvidos no arquivo", disse o membro da agência Remi Jouty em entrevista coletiva, acrescentando esperar ter mais análises sobre as vozes em "questão de dias"

Investigadores que apuram as causas do acidente com um Airbus A320 nos Alpes franceses conseguiram extrair, nesta quarta-feira, 25, áudio utilizável de uma caixa-preta recuperada no local do desastre, disse a agência francesa que investiga acidentes aéreos; "Será realizado um trabalho detalhado com o arquivo para entender, interpretar as vozes e sons que puderem ser ouvidos no arquivo", disse o membro da agência Remi Jouty em entrevista coletiva, acrescentando esperar ter mais análises sobre as vozes em "questão de dias"
Investigadores que apuram as causas do acidente com um Airbus A320 nos Alpes franceses conseguiram extrair, nesta quarta-feira, 25, áudio utilizável de uma caixa-preta recuperada no local do desastre, disse a agência francesa que investiga acidentes aéreos; "Será realizado um trabalho detalhado com o arquivo para entender, interpretar as vozes e sons que puderem ser ouvidos no arquivo", disse o membro da agência Remi Jouty em entrevista coletiva, acrescentando esperar ter mais análises sobre as vozes em "questão de dias" (Foto: Aquiles Lins)

PARIS (Reuters) - Investigadores que apuram as causas do acidente com um Airbus A320 nos Alpes franceses conseguiram extrair, nesta quarta-feira, áudio utilizável de uma caixa-preta recuperada no local do desastre, disse a agência francesa que investiga acidentes aéreos.

"Conseguimos recuperar um arquivo com dados de áudio que pode ser usado", disse o membro da agência Remi Jouty em entrevista coletiva, acrescentando que ainda é cedo para se tirar conclusões sobre as causas do acidente.

"Será realizado um trabalho detalhado com o arquivo para entender, interpretar as vozes e sons que puderem ser ouvidos no arquivo", afirmou, acrescentando esperar ter mais análises sobre as vozes em "questão de dias".

(Reportagem de Tim Hepher)

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247