Bebê é feito de refém por um refugiado na cidade alemã de Wismar

Um refugiado da África, supostamente de origem ganense, fez um bebê de refém na cidade alemã de Wismar em um escritório local que trata de assuntos estrangeiros. Após mais cerca de 5 horas de negociação a criança foi libertada sem nenhum dano e o homem foi detido pela polícia

(Foto: AFP 2019 / Odd Andersen)

Sputnik Brasil - Após mais cerca de 5 horas de negociação a criança foi libertada sem nenhum dano e o homem foi detido pela polícia.

Um refugiado da África, supostamente de origem ganense, fez um bebê de refém na cidade alemã de Wismar em um escritório local que trata de assuntos estrangeiros. A informou foi divulgada pelo departamento de polícia da cidade.

Segundo as últimas informações, divulgadas pelo portal Ostsee-Zeitung, o autor do sequestro teria usado o seu próprio filho como refém para exigir das autoridades a permissão para permanecer na Alemanha. 

A polícia isolou o prédio e todos os funcionários deixaram o prédio. Após cerca de 5 horas de negociação, a polícia conseguiu deter o homem. A criança não teve nenhum ferimento. 

O suposto pai da criança estaria tentando convencer as autoridades a realizar um teste de paternidade que o salvaria de ser expulso da Alemanha.

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247