Benoit Hamon busca candidatura comum da esquerda contra Le Pen

Após ecologista Yannick Jadot se retirar de corrida presidencial em favor de Hamon, o socialista deve se encontrar com Jean-Luc Mélenchon, líder da Frente de Esquerda, para discutir candidatura única contra Marine Le Pen, que segue à frente nas pesquisas; "Estou pronto para conversar sobre uma candidatura comum, e me considero em condições de representá-la", disse o candidato da ala mais à esquerda do partido Socialista, o mesmo do presidente francês, François Hollande

Após ecologista Yannick Jadot se retirar de corrida presidencial em favor de Hamon, o socialista deve se encontrar com Jean-Luc Mélenchon, líder da Frente de Esquerda, para discutir candidatura única contra Marine Le Pen, que segue à frente nas pesquisas; "Estou pronto para conversar sobre uma candidatura comum, e me considero em condições de representá-la", disse o candidato da ala mais à esquerda do partido Socialista, o mesmo do presidente francês, François Hollande
Após ecologista Yannick Jadot se retirar de corrida presidencial em favor de Hamon, o socialista deve se encontrar com Jean-Luc Mélenchon, líder da Frente de Esquerda, para discutir candidatura única contra Marine Le Pen, que segue à frente nas pesquisas; "Estou pronto para conversar sobre uma candidatura comum, e me considero em condições de representá-la", disse o candidato da ala mais à esquerda do partido Socialista, o mesmo do presidente francês, François Hollande (Foto: Aquiles Lins)

Do Opera Mundi - Benoît Hamon, candidato do Partido Socialista às eleições presidenciais na França, afirmou nesta sexta-feira (24/02) que está "pronto a discutir" uma candidatura comum com Jean-Luc Mélenchon, dissidente socialista e líder da Frente de Esquerda francesa.

A declaração se dá um dia depois de Yannick Jadot, do partido ecologista francês, retirar sua candidatura à Presidência em favor de Hamon, e de o próprio Mélenchon, em entrevista à emissora France 2, dizer que está aberto a negociar com o socialista.

"Não fecho nenhuma porta", disse Mélénchon, que tem 11% de intenções de voto nas últimas pesquisas sobre as eleições do fim de maio. "Se Benoît Hamon me diz: 'proponho o princípio de uma candidatura única', eu vou analisar o que ele propuser", acrescentou, sugerindo que os dois candidatos podem se encontrar já neste "domingo ou segunda-feira".

"Evidentemente estou pronto para conversar com Jean-Luc Mélenchon", respondeu Hamon em entrevista nesta manhã na mesma France 2. "Estou pronto para conversar sobre uma candidatura comum, e me considero em condições de representá-la", disse o candidato da ala mais à esquerda do partido Socialista, o mesmo do presidente francês, François Hollande.

Hamon disse que se programará para tal reunião nos dias sugeridos por Mélenchon e sugeriu que no encontro esteja presente também o ecologista Jadot. "Respeito a candidatura de Mélenchon, mas minha convicção é que, no diálogo da esquerda, tenho uma centralidade que me permite negociar apoios", afirmou o socialista.

Yannick Jadot anunciou na quinta-feira (23/02) que chegou a um acordo com Hamon para deixar a corrida presidencial em prol da candidatura socialista. "Nesta noite retiro minha candidatura porque já há um projeto de esperança, o de Hamon", disse o ecologista, que tinha 2% das intenções de voto nas pesquisas, em entrevista à emissora France 2.

Entre os compromissos firmados entre Hamon e Jadot está o fim da produção de energia nuclear no país em um prazo máximo de 25 anos.

"Agradeço o gesto de Yannick Jadot. Agradeço aos ecologistas por confiar em mim", declarou Hamon, que venceu nas primárias do Partido Socialista o ex-primeiro-ministro Manuel Valls, mas precisa de mais apoios para chegar ao segundo turno das eleições presidenciais.

O candidato socialista tem 13% das intenções de voto, segundo as pesquisas, longe do candidato conservador, François Fillon, do Partido Os Republicanos, que tem 20% dos votos. Hamon ainda está atrás de Emmanuel Macron, de 22%, e da ultradireitista Marine Le Pen, da Frente Nacional, que lidera a corrida eleitoral com 26%.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247