CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Biden assinará novo pacote de ajuda militar de US$ 1 bilhão para a Ucrânia em breve, afirma Reuters

O valor e o conteúdo do próximo pacote podem mudar antes de serem assinados por Biden

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sputnik - O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, assinará um novo pacote de ajuda de segurança de US$ 1 bilhão (R$ 5,16 bilhões) para a Ucrânia nos próximos dias.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

As informações foram divulgadas pela agência Reuters nesta sexta-feira (5), citando fontes familiarizadas com o assunto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O novo pacote deve ser anunciado na próxima segunda-feira (8) e incluirá munições para armamento de longo alcance e veículos blindados de transporte médico.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DAS RECOMENDAÇÕES

Ele se soma aos US$ 8,8 bilhões (R$ 45,4 bilhões) de ajuda militar fornecidos pelos EUA desde o início da operação militar especial da Rússia na Ucrânia, em 24 de fevereiro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O valor e o conteúdo do próximo pacote podem mudar antes de serem assinados por Biden, acrescentou a reportagem.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Outro anúncio foi feito pela Casa Branca na última segunda-feira (2). Biden informou um outro pacote de ajuda militar a Kiev no valor de até US$ 550 milhões (R$ 2,8 bilhões).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De acordo com a Casa Branca, o pacote da última segunda "incluirá mais munições para os sistemas avançados de foguetes de alta mobilidade, conhecidos como HIMARS, e munições" para artilharia.

O porta-voz do Conselho de Segurança Nacional do país, John Kirby indicou que se trata da 17ª entrega de assistência militar norte-americana a Kiev.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Congresso americano havia aprovado US$ 40 milhões (R$ 207 milhões) em ajuda militar à Ucrânia em maio.

A Força Aeroespacial da Rússia já destruiu mais de 100 foguetes HIMARS dos EUA em um ataque a um depósito de munição na Ucrânia, além de quatro dos 16 lançadores fornecidos pelos norte-americanos.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE